Temas Bíblicos – Maio 2018

 

Marcos (2) Mc 2           

                                                  

                O intuito da Catequese apostólica, que Marcos vai sintetizando na sua redação, na condição de evangelista, é aquele de avançar na apresentação da condição divina de Jesus, já anunciada profeticamente por João Batista e apresentada no momento do exorcismo na sinagoga de Cafarnaum. Os títulos que querem ilustrar Jesus nesta sua condição divina e que são lembrados nesta perícope são o de Filho do Homem, Médico, Esposo e Senhor do sábado.

A cura do paralítico mostra claramente que Jesus entende anunciar a sua condição divina, enquanto atribui a si mesmo o poder de perdoar os pecados. Os fariseus que o ouvem, pela competência que eles têm quanto à compreensão das Escrituras, logo sentenciam que Jesus está blasfemando, porque somente Deus pode perdoar os pecados. De fato, Jesus age de maneira consequente, uma vez que os sinais que realiza são a prova do seu messianismo. Se ele é o messias, a sua declaração, embora extremamente surpreendente, deve ser acolhida, ainda mais que a sua condição messiânica tem o suporte das declarações proféticas de João Batista, reconhecido pelos próprios escribas e fariseus como homem enviado por Deus.

    Marcos, infelizmente, deve registrar que os fariseus não sabem superar a perplexidade que tomou conta deles, porque, segundo o relato dos Apóstolos, eles ficam questionando toda e qualquer atitude, seja de Jesus como a dos seus discípulos, somente atendo-se às tradições humanas. Não tendo tido a sensibilidade de acatar o ensinamento de Jesus quanto à sua divindade, mostram de não entender qualquer outra explicação pela qual Jesus justifica seja o seu comportamento como aquele dos Apóstolos. Condenam Jesus porque dialoga com os publicanos; criticam os Apóstolos que debulham espigas em dia de sábado. Por nossa sorte, isto se torna uma ocasião para Jesus esclarecer qual é o espírito da Lei, na qual tanto confiam. Quando criticam Jesus porque dialoga com os pecadores, este responde que não veio para curar os sãos, mas os doentes. É preciso que entendam que Deus quer misericórdia. Define, então, qual é a verdadeira maneira de interpretar as Escrituras, com uma sentença de cunho proverbial: vinho novo em odres novos. Não se deve sufocar a religiosidade com inúteis especificações. Por acaso, entende a Lei aquele que se preocupa em criticar o trabalho de quem debulha espigas em dia de sábado, quando não duvida em tirar o seu asno que caiu no poço em dia de sábado?

                Jesus, enquanto argumenta sobre casos tão insignificantes, explorando o momento, declara com que autoridade ele fala: ele é o Senhor do sábado, na condição de quem é o Filho do Homem, aludindo à figura que Daniel apresenta  como um filho de homem que vem sobre as nuvens do céu e recebe do Ancião dos tempos todo poder (Dn 7,14). Enquanto a imagem apresentada por Daniel está relacionada à figura do filho de homem, da qual fala Ezequiel (Ez 1,28), Jesus deve ser visto como a própria Glória de Iahweh que vem numa nuvem tempestuosa para julgar a cidade terrena e condená-la. Dessa forma, como no-lo explica amplamente o Apocalipse, Jesus é o Esposo que a Igreja lamentará por ter-lhe sido tirado, mas que reencontrará quando forem marcadas as suas núpcias no céu.

Pe. Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM