Temas bíblicos – Carta aos Hebreus – Introdução (I)

A Carta aos Hebreus é uma avalanche de motivações que um espírito perfeito apresenta aos “companheiros da vocação celeste” (3,1) que precisam ser sustentados na fé, num momento de desânimo. Os quadros teológicos são grandiosos. As citações das Escrituras são oportunas. A noção da fé é abrangente. Somos colocados diante de uma realidade que Deus oferece e garante a ponto de vermos quão preferível ela é em comparação ao que ele exige, segundo o que Paulo nos diz: “Os sofrimentos do tempo presente não têm comparação com a glória que há de revelar-se em nós” (Rm 8,18). A argumentação sobre a fé em Hb 11 chega a nos transmitir a sensação de quão valiosa ela é, embora exija que perseveremos até o fim, à semelhança de Abraão, Moisés e dos mártires que “recusaram ser libertados mediante resgate, para chegar a uma ressurreição melhor” (11,35).

A Carta aos Hebreus, segundo a expressão final: “Irmãos, eu vos peço que suporteis esta palavra de exortação” (13,22), é um escrito que, lido na assembleia dominical, visa ser uma tentativa de ajudar uma comunidade, que está para ser tomada pelo desânimo (12,3), a perseverar na fé, porque, a partir da deserção das assembleias dominicais, decaiu no ardor da caridade e, por isso, tornou-se lenta à compreensão (5,11), necessitada de perseverança, perto de ser rejeitada (6,8). O Autor não quer que seus membros percam a sua “segurança”, pelo contrário, quer que, renovado o ardor da sua fé, “levem até o fim o pleno desenvolvimento da esperança” (6,12; 10,35s); resistam até o sangue na luta contra o pecado, porque é somente pela perseverança que alcançarão a herança da salvação (10,36; 1,14). A parte exortativa da Carta é considerável, enquanto, continuamente, se entrelaça com a exposição doutrinal sobre “Jesus que sofreu a cruz, desprezando a vergonha, e se assentou à direita do trono de Deus” (12,2). Quem escreve é um fiel que revela possuir o carisma de doutor, que conhece Timóteo (13,23), que quer contribuir para a santificação dos seus “santos irmãos e companheiros da vocação celestial” (3,1), mediante uma reflexão sobre nosso Senhor Jesus (13,20), que chegou à glória pelo sofrimento e que, agora, é nosso Mediador da graça da qual necessitamos para superar a tentação do desânimo. Trata-se de um escriba judeu-cristão que se dirige a judeu-cristãos, filhos de Abraão (2,16), que acreditaram em Jesus Cristo. É um discípulo de Jesus Cristo que, pela perseverança, chegou à estatura adulta da fé, capaz de “degustar a doutrina da justiça” (5,13) e de discernir entre o bem e o mal, “convicto de possuir uma consciência boa, com a vontade de se comportar bem em toda ocasião” (13,18). Considera, portanto, o Reino inabalável que Deus nos concedeu pelo Filho glorificado (12,25) “uma fortuna melhor e mais durável’ (10,34) que qualquer riqueza terrena”. Por isso, assim admoesta “os seus santos irmãos e companheiros da vocação celestial” (3,1): “É de perseverança que tendes necessidade” (10,36). Os que tudo deixaram (5,18) importa que observem cuidadosamente os ensinamentos para não transviar: “Desejamos somente que cada um de vós demonstre o mesmo ardor em levar até o fim o pleno desenvolvimento da esperança” (6,11).

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais