Temas Bíblicos – Carta aos Hebreus (8) Hb 12

Carta aos Hebreus (8) Hb 12

Exortação (12,1-4)

12,1 Com tal nuvem de testemunhas ao nosso redor. A fé dos Patriarcas, dos Juízes, dos Profetas, dos mártires, dos confessores, projetam sobre nós a luz da Nuvem, que é o Espírito, que nos ajuda a entender “o autor e realizador da fé, Jesus”.

12,1 Rejeitando todo fardo. O desânimo deve ser superado, assumindo os mandamentos do Senhor, “que não são pesados porque nos permitem vencer o mundo (1Jo 5,3s).

12,1 e o pecado que nos envolve. A tentação da apostasia está sobre os que vivem desanimados, como o pecado estava sobre Caim (Gn 4,7).

12,1 corramos com perseverança para o certame. É a figura do lutador que se lança no combate. A perseverança nos torna vitoriosos.

12,1 com o olhar fixo no autor e consumador da nossa fé, Jesus. Jesus deve ser o nosso modelo.

12,2 O autor e realizador da fé, diante da alegria que lhe foi proposta, sofreu a cruz, desprezando a vergonha, e se assentou à direita do trono de Deus. Esta frase é a síntese de Hb 2

12,3 Jesus suportou o ódio do mundo. A sua atitude deve nos levar a superar o desânimo que as perseguições provocam.

12,4 Aquele que persevera até o fim, esse será salvo.

Hb 12,1-4 complementa Hb 10, 19-26. O desânimo, portanto, pode ser combatido: 1o) contemplando a figura gloriosa do Nosso Sumo Sacerdote, que entrou no céu com o seu Sangue. Deus quis “levar à perfeição o Autor da nossa salvação pelo sofrimento”; 2o) considerando o “reino inabalável que recebemos como herança” (12,28); 3o) tomando consciência da necessária implementação dos mandamentos de Cristo e da nossa purificação; 4o) vigiando na expectativa do Dia do Senhor.

Os elementos que explicam o sentido da provação (12,5-15)

1º- A purificação dos pecados (1Jo 1,7; 3,2-3), que corresponde à obrigação de “resistir até o sangue no combate contra o pecado” (Hb 12,4).

2º- O sofrimento, pelo qual Deus nos educa, como um pai, porque nos ama. Ele age com sabedoria, para a nossa santificação, como Deus dos espíritos. A paz e a justiça serão os frutos finais.

3º- O Novo Adão, nosso modelo. O próprio autor e realizador da fé (12,2; 5,8) foi levado à perfeição pelo sofrimento (2,10). Entre clamores e lágrimas, o Filho foi atendido, salvo da morte (6,7-8).

12,25 Prestai atenção para não deixar de ouvir aquele que vos fala! É a exortação que acompanhou a carta toda. A palavra de Deus continuamente meditada é altamente motivadora porque relembra as obras de Deus que manifestam o seu poder, o que é motivo da nossa confiança nele. Ela evitará que nos tornemos indóceis e pequemos pela nossa incredulidade (3,19). Israel foi castigado porque não prestou atenção. Com maior razão, o seremos nós, por recusarmos a “grande salvação” que Deus, pelo Filho (1,2), no Espírito (2,4), nos propõe.

12,26a Ele, cuja voz um dia abalou a terra. Aquele que nos fala, para a nossa salvação é Aquele que, pela sua voz poderosa, já abalou o Monte Sinai (vv. 18-21).

12,26b-27 Agora proclama: “Ainda uma vez abalarei não apenas a terra, mas também o céu”. A terra e o céu serão abalados (linguagem escatológica). Tudo desaparecerá, subsistindo somente “o que é inabalável”, o Reino que somos chamados (9,15) a herdar com o Filho, “contanto que mantenhamos firme até o fim a nossa confiança inicial” (3,14). “Não negligenciemos tão grande salvação” (2,3). Caso contrário, não escaparemos do fogo abrasador de Deus.

12,28b Com submissão e temor, sirvamos ao Pai dos espíritos (12,9), olhos fixos naquele que sofreu a cruz (v.2), sem nos deixar fatigar pelo desânimo (v.3).

12,29 Pois o nosso Deus é um fogo abrasador. O Deus que fez cair mortos os israelitas no deserto nos consumirá pelo fogo, se desertarmos.

Padre Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais