Temas Bíblicos – Carta aos Hebreus (3) Introdução (III)

Enquanto apela para a superioridade de Cristo em relação às figuras do Antigo Testamento e faz disso o tema da sua exortação, o autor da carta lembra que estamos nos tempos últimos (9,26b-28; 10, 25.37-38; 12,27), de forma que devemos viver na expectativa da vinda do Senhor. Não vale a pena desertar agora depois de ter sofrido tanto. A perseverança nos levará a participar da herança com Jesus, enquanto a deserção nos tornará merecedores do fogo da ira de Deus.

Enquanto aduz o exemplo da história dos hebreus, convida a escutar a voz de Deus, para que não sejamos excluídos do repouso prometido, à semelhança dos que endureceram o seu coração no deserto e, por isso, foram excluídos da terra prometida.

Se diante da Voz de Deus que falou no Monte Sinai, quando a terra estremeceu, e mostrou, pelo seu servo Moisés, a sua Lei, por não a ter observado, os hebreus receberam o castigo, agora que Deus fala do céu pelo Filho, o “Apóstolo” que anunciou, por primeiro, a salvação (2,3), devemos temer um castigo maior, reservado para o fim dos tempos, quando Deus fará estremecer os céus, se não observarmos “cuidadosamente os ensinamentos que ouvimos para que não nos transviemos” (2,1). Devemos prestar ouvidos à Palavra de Deus, que o Senhor começou a anunciar e que os Apóstolos também anunciaram, confiando no poder daquele que foi constituído Filho do Homem, sentado à direita da Majestade de Deus, por si, de condição divina, mas que, também, glorificou a sua Humanidade pela obediência até a imolação. Ele tornou-se um sumo sacerdote capaz de compadecer-se com os que são agora tentados, superior a Moisés e a todo sumo sacerdote, porque foi chamado por Deus para um sacerdócio eficaz e eterno. Também, entrou no Templo que está no céu sem ter que oferecer sacrifício para si próprio, mas com o seu próprio sangue, tendo realizado, uma vez por todas, a Redenção. Temos, no céu, um sacerdote santo e imaculado.

É na assembleia dominical, como também lembrará Ap 1,10, que ouvimos “quem nos fala do alto dos céus” pelo Filho, através da Profecia (Ap 1,3), enquanto celebramos o Memorial da sua Morte. É por ele que vivemos na vigilância, nutrindo a fé, mantendo o fervor inicial, adquirindo uma virtude comprovada, chegando a uma esperança que não será confundida, enquanto aguardamos a vinda d´Aquele que vem (Hb 10,37s) e recebemos a graça de um auxílio oportuno daquele que sabe compadecer-se dos que são tentados, tendo ele, por primeiro, experimentado a tentação.

A exortação quer fundamentar a sua força de convicção no valor da Palavra de Deus à qual teremos que prestar contas [Prestai atenção à Palavra (12,25). A Palavra é uma espada cortante de dois gumes que penetra até… Se a Palavra revelada por anjos…]. O termo palavra, em hebraico não indica somente o que Deus diz, como, também, o que Deus realiza. Como Deus se revelou outrora por tudo aquilo que anunciou e realizou, “no Filho” Jesus Cristo, nos anunciou o Reino inabalável, a Salvação e nos constituiu herdeiros, com Cristo, do mundo futuro. Por isso, é necessário perseverar até o fim na nossa fé em Cristo para receber a “herança das promessas” (6,12).

Não podemos endurecer os corações. Os que endureceram os seus corações, não querendo ouvir a voz de Deus, não obstante tivessem visto as suas obras que a comprovavam, foram excluídos do repouso prometido. Isso acontecerá para nós, também, se menosprezarmos a salvação anunciada pelo Senhor e fielmente transmitida pelos Apóstolos, “acompanhando Deus suas palavras com sinais…” (2,4).

 

Pe. Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais