Temas Bíblicos – Abril 2019

 

Marcos (13) Mc 10

 

               Lemos, no discurso da Última Ceia (Jo 14-16), que Jesus, perguntado por Tomé sobre o caminho que os Apóstolos deviam trilhar para podê-lo seguir, responde dizendo: “Eu sou o Caminho”. Em Mc 10 encontramos, disto, a explicação, enquanto o evangelista descreve Jesus nestes termos: “Estavam a caminho, subindo para Jerusalém. Jesus ia à frente” (v.32). É evidente o sentido metafórico do termo quando lemos no v.17, enquanto o jovem rico quer alcançá-lo: “Jesus saiu caminhando, quando veio alguém correndo”. Para quem quer segui-lo, ele é o modelo a ser imitado. O discípulo terá que carregar a sua cruz, para viver, por sua vez a sua imolação, porque, somente desse modo alcançará a vida eterna (8,34).

               Quando ouvimos Pedro dizer: “Olha, nós deixamos tudo e te seguimos” (10.28), entendemos que a opção radical é a condição exigida por Jesus para que nos tornemos verdadeiramente seus discípulos, em condição de comunicar plenamente com o Verdadeiro, em plena libertação do Mal (Jo 8,31-32).

               Os ensinamentos de Jesus, tipificados em Mc 10 pela questão proposta pelos fariseus sobre o matrimônio, pelo episódio do jovem rico que quer alcançar a vida eterna e pelo pedido de Tiago e João, ambiciosos de poder, devem ser apreciados em toda a sua importância porque têm como princípio a determinação abnegada daquele que se definiu, enquanto se apresentou a Tomé, como Caminho, com os termos de “Verdade e Vida” (Jo 14,6).

O episódio final de Mc 10 traz, portanto, um ensinamento para o fiel que reconhece, na catequese apostólica redigida pelo evangelista, a mensagem de Jesus: ele precisa ser curado por Jesus para que, deixando de ser mendigo e cego, possa “seguir Jesus pelo caminho” (v.52).

Somente quando Jesus é reconhecido e, portanto, seguido na condição de “Cristo de Deus”, porque ele é o Filho do Homem, isto é, o “Eu sou”, “Caminho, Verdade e Vida”, é que acaba de ser compreendido o seu tríplice anúncio da sua Morte (8,31; 9,31; 10,33). Ela não é o desfecho negativo do seu embate com o Príncipe deste mundo, a ponto de os Apóstolos ficarem “assombrados, seguindo-o com medo” (10,32), quando anunciada por Jesus. A execução da sua morte pelas mãos dos sumos sacerdotes e dos escribas, foi a condição da realização do Plano de Deus, qual a sua ressurreição manifestou. Com ele, como já anunciava João Batista, chegou o Dia do Senhor, porque ele é o “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, na condição de ser, como afirmava João Batista, “Aquele que vem depois de mim, mas que existia antes de mim”, que “batiza no Espírito Santo” (Jo 1,30.33).

O ensinamento de Jesus, em Mc 10, acaba resumido na explicação que ele dá quando chama os Apóstolos e lhes diz: “Quem quiser ser o maior entre vós seja aquele que vos serve, e quem quiser ser o primeiro entre vós seja o escravo de todos. Pois o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos” (vv.43-45). Os Apóstolos que deixaram tudo e o seguiram, além de alcançarem a perfeição, optando por seguir Jesus, ganharam a vida eterna, tornando-se, de últimos, os primeiros. O jovem rico que achou que não devia abdicar da sua condição privilegiada “pois possuía muitos bens” (v.22), ficou com a tristeza de se ver um fracassado quando, como bom judeu, deve ter-se lembrado do salmista que proclama: “Por mais que se pague o resgate de uma vida, jamais poderá bastar para viver sem fim” (Sl 49,9-10).  

         

Pe. Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM