Temas Bíblicos – abr2017

 

(8) Chave de leitura da Bíblia – Linguagem                                         

               Desde o momento em que lemos o Prefácio da Bíblia (Gn 1-11), nos apercebemos que a linguagem da Bíblia é linguagem figurativa. As verdades do nosso Manual catequético são ensinadas através de narrativas, quadros, alegorias e, até, lendas. É quando nos familiarizamos com a sua linguagem, que, então, chegamos a reconhecer o seu valor literário e a forma didática adotada, porque considerada a melhor para transmitir as profundas verdades da nossa fé. A linguagem figurativa da reflexão sapiencial de Israel está alinhada ao primeiro momento da ação pedagógica de Deus, qual foi o de se manifestar pela ação dos seus profetas. Através de narrativas, a partir daquela da criação, vai ilustrando a existência de Deus, os seus atributos, o caminho da realização do homem, a condição de pecado em que este se encontra o plano misericordioso de Deus, etc.

               No momento em que formulamos as verdades, que a linguagem figurativa da bíblia nos sugere, explorando a nossa linguagem lógico-dedutiva, descobrimos quanto às duas se integram. Os conceitos se apresentam à nossa mente com a riqueza que a linguagem figurativa soube lhes conferir, enquanto a nossa lógica dedutiva os sintetiza em poderosas intuições. O Deus criador não é mais o simples Princípio não criado, como nós costumamos pensar. Ele é um ser pessoal, perfeitíssimo, porque os seus atributos se apresentam como suas virtualidades de valor infinito. Ele é a Bondade, o Poder, a Beleza e a Sabedoria. Os atributos que a linguagem figurativa sugere, enquanto descreve o Deus de Israel se relacionando com o seu povo, adquirem uma riqueza singular, se os tivermos presentes no momento em que os pronunciamos na nossa linguagem: misericordioso, paciente, benigno, longânime. Dessa forma, alcançamos uma compreensão d’Aquele que, por ser impossível de ser alcançado, exatamente por isso se apresenta transcendente, enquanto compreendemos que, por ser perfeitíssimo é um Ser de virtualidades infinitas.

               A simbiose entre linguagem figurativa e linguagem lógico-dedutiva, deve ser por nós utilizada, também, quando lemos os textos da Igreja apostólica. Os evangelistas, os apóstolos que escrevem as suas cartas, os doutores que nos apresentam os seus escritos, quais Apocalipse, Carta aos Efésios, Carta aos Hebreus, estão nos brindando com textos escritos segundo a linguagem figurativas da reflexão sapiencial, própria da tradição do povo judaico. Deles haurimos toda a sua doutrina quando captamos os gêneros literários que eles utilizam: genealogias, quadros alusivos, narrativas midrashicas; quando nos apresentam Jesus falando em parábolas. Aliás, é exatamente a parábola que nos esclarece acerca da importância de agregarmos a linguagem figurativa à linguagem lógico-dedutiva, lembrando o que o evangelista anota: Jesus falava em parábolas para associar (gr.: pará-ballo) a doutrina que queria ensinar a um quadro da vida cotidiana.

               Quando nos tornamos capazes desta associação, chegamos a usufruir daquela riqueza imensa que Jesus oferece na condição de “Unigênito Deus” (Jo 1,18), de “Palavra que se fez carne e colocou a sua tenda entre nós” (v.14). É ele, nos diz São João, que de Deus “nos deu a explicação” (v.18). Trata-se de algo exprimido à altura da capacidade humana de compreender que, todavia, tem como fonte Jesus, Sabedoria, e, como conteúdo, uma doutrina precisa.   

 

Pe. Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM