Temas Bíblicas – Mar2018

 

Carta aos colossenses (6) Cl 3,12-17: um último detalhe

 

               Neste momento, Paulo está apresentando a dinâmica da vida cristã, relacionada ao seu crescimento (cf. Ef 4,1). Sua primeira característica a ser cultivada é a “sincera misericórdia”. Dela podemos encontrar o comentário em Lc 6,35-37. A bondade, segunda característica, procura realizar a semelhança do fiel com Deus que, por definição, é a Bondade: surpreendente definição, ainda mais porque encontrada no AT. A natureza divina assim definida, nos revela o último fundamento da misericórdia de Deus. Ela é manifestação da sua bondade enquanto age com extremado amor ao entregar o Filho para que se torne vítima de expiação das culpas daqueles que o levam à morte (Jo 3,16).

               Somente é possível nos revestirmos de bondade e misericórdia se nos tornamos imitadores de Jesus Cristo que, “embora de condição divina… humilhou-se, assumindo a condição de servo” (Fl 2,6-7). Esta condição nada tem a ver com aquela de um escravo que é explorado pelo seu senhor. É a condição que enobrece a criatura, porque o seu caminho de realização é aquele de quem reconhece a sua dependência do seu Criador, pela observância dos seus preceitos. Estes são determinados por aquele que, sendo a Bondade, movido pelo amor, quer preservar o homem dos tropeços que a sua miopia poderiam provocar. Jesus entendeu de tal forma o caminho da sua realização que viu, na imolação que o Pai dele exigia, o perfeito caminho da sua realização (cf. Hb 2,9). Por isso, deixou que fosse levado à morte como um manso cordeiro, sem abrir a boca (Is 53,7). Eis o Servo em quem o Pai se compraz e que nos convida a segui-lo quando nos diz: “Vinde a mim vós todos que estais cansados e afadigados… porque sou manso e humilde” (Mt 11,28-30). Os preceitos acatados como imposição são fardos pesados que acabam cansando. A Lei do Espírito, quando entendida segundo a sabedoria divina é um jugo suave, o fardo leve que Jesus carregou por primeiro na sua Paixão. A misericórdia, a bondade, a humildade e a mansidão tornam o cristão paciente a ponto de se tornar um sustento para os outros e capaz de perdoar as ofensas.

               Através dos sete degraus indicados por Paulo (vv.12-13), que têm como conclusão, à semelhança do Pai nosso, o perdão das ofensas, possibilitamos ao Espírito promover em nós a caridade. Realiza-se o que é dito em síntese por Ef 4,3: “a unidade do Espírito pelo vínculo da paz”. A prática da caridade através da gama das obrigações exigidas para que em nós haja a paz de Cristo é a ação do fiel que quer corresponder à ação santificante do Espírito Santo.

               Estando presentes as condições morais de uma vida cristã virtuosa, a Ceia do Senhor alcança a sua eficácia em todas as suas partes. A Palavra volta a alimentar a fé para que toda a corrente da ação do Espírito, com seus sete dons, desencadeie os seus efeitos, “juntando à fé a fortaleza, à fortaleza o conhecimento, ao conhecimento o domínio próprio, ao domínio próprio a constância, à constância a piedade, à piedade a fraternidade, e à fraternidade , o amor” (2Pd 1,5-10); o louvor sobe dos lábios dos fiéis e é aceito por Deus Pai; a cada um, segundo a sua condição, é dada a graça de viver virtuosamente, em vista da “herança das mãos do Senhor” (3,24a).

Bela e plena de sentido torna-se, então, a conclusão: “Servi a Cristo, Senhor” (v.24b).

 

Pe. Fernando Capra

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM