Sejamos luzeiros da Esperança

Aconteceu no dia 27 de dezembro de 2014, num palco no pátio do CEPAR, o teatro “Sejamos luzeiros da Esperança”, inspirado nas palavras do Papa Francisco sobre o ano de 2015.

O grupo de teatro vem, por intermédio da nossa revista, agradecer a presença de todos e o apoio do Estúdio CFM FREGUESIA que fez o áudio da peça, ao Assis Transporte, ao Restaurante Vista Alegre e de modo especial, às pessoas que participaram da campanha “Contribuição entre Amigos” para que esta obra de evangelização fosse possível. Conseguimos! A vitória chegou! Disseram.

É possível ter certeza dessa vitória nos testemunhos de alguns participantes a seguir obtidos ao longo do período de preparação da peça.

 

Miriam – Coordenadora do grupo de teatro:

Quando comecei a preparação do teatro, sabia que teria de vencer alguns obstáculos, mas não tantos.

O primeiro obstáculo foi a falta de disponibilidade dos membros do grupo, já que no fim de ano muitos viajam. Os convites foram muitos e muitas foram as negativas. A minha responsabilidade e o meu comprometimento com a comunidade para a realização do teatro me trazia uma certa angústia. Como vencer esse “gigante”? Mas como Davi, avancei contra as dificuldades. Surgiram novos membros para participar da peça. Foi aí que senti e vivenciei a primeira vitória de Deus. Os personagens principais formariam uma família. Era preciso três jovens. E Ele mandou três jovens do EAC…

Os ensaios em andamento, as dificuldades surgindo. A nossa primeira estrela de Belém tinha compromisso até a 2ª semana de dezembro e não poderia fazer a gravação da voz. O que fazer? Já que ela teria de dançar e falar o texto. Para não dificultar, achei melhor convidar outra pessoa para ser a estrela de Belém. Muitas recusas aconteceram. Mas Deus, como fez com Davi, já tinha eleito a sua estrela de Belém. Chegou o dia da gravação. Uma jovem gravou o texto e tinha aceitado ser a estrela, mas depois ela disse que não poderia mais participar. O que fazer? Não sabia… Me lembro que estava na praça em frente a igreja, pedi que começassem o ensaio e sozinha falei com Deus. E veio a resposta: a estrela de Belém seria a escolhida por ele, a primeira a ser convidada. Ela não tinha tempo para gravar, mas já estava gravado. E assim, a vitória veio com aquela que tinha a sido escolhida por Deus.

A ideia do cenário projetado surgiu em uma reunião com uma pessoa que supostamente iria nos ajudar. O tempo foi passando, toda a peça interagia com o cenário projetado. E de repente me vi sozinha, sem a participação dessa pessoa que nem uma satisfação nos deu. Novamente o que fazer? Na oração e na esperança deixei nas mãos de Deus. Mas ele já contava com dois anjos. E ajuda chegou. Faltando apenas 2 ensaios para o dia da apresentação a projeção estava pronta. Foi emocionante. É emocionante ver que Deus luta ao nosso lado. Ah! Obrigada aos anjos que ouviram e obedeceram a nosso Senhor.

Mas ainda faltava o palco. Liguei para algumas empresas e os valores aumentaram muito. Novamente o que fazer? A esperança e a oração foram nossa força. Não podíamos desistir. Então surgiu a ideia de arrecadação com a ajuda da comunidade – a contribuição entre amigos. Cada uma no valor de R$ 10,00. Surgiu então um exército de Deus que se lançou junto conosco na frente de batalha. E assim, a vitória foi conquistada. Foi arrecado todo o dinheiro que precisávamos. O mais importante e que quando Deus nos dá a vitória ele a dá com galhardia. Quem esteve na apresentação viu o palco. Ele refletia a grandeza de Deus.

Os que confiam no Senhor, são como os montes de Sião, que não se abalam mas permanecem para sempre… Essa mensagem tem que permanecer para sempre: “SEJAMOS LUZEIROS DA ESPERANÇA”

Quero agradecer muito a Deus. Já trabalho com teatro desde 1996 e não teve uma só apresentação que não sentisse a inspiração e a presença de Deus. E dessa vez não foi diferente. Quando esse tema foi inspirado, estava precisando muito refletir sobre o que é ter esperança. E Deus me deu a chance de não só trazê-la para minha vida como levá-la a outras pessoas, seguindo a inspiração de nosso querido Papa Francisco.

Em nome do grupo de teatro, obrigada meu Deus pela coragem de avançar contra os obstáculos, de lutarmos com as nossas armas, de nos dar a motivação para triunfarmos.

E, quero deixar uma frase que foi muito importante para nossa pequena comunidade do teatro, mas tenho certeza que é muito importante para toda comunidade de nossa paróquia. Temos que dizer sempre “TAMOS JUNTOS”.

Orlando Lima

 

Quando fui chamado para fazer parte de mais um teatro com essa equipe maravilhosa, a minha resposta de imediato foi sim. Começamos os ensaios. Percebi que aquela peça que estávamos ensaiando era exatamente o que eu tinha vivido com o meu irmão. Ficamos por mais ou menos três anos sem nos falar. Mas eu sempre colocava nas missas, celebrações, renovação e com adoradores noturnos o motivo daquela separação. Só que percebi que nas homilias muitas vezes eu sentia o meu coração triste e percebi que havia ainda uma esperança, mas não conseguia ver por qual caminho aconteceria o nosso reencontro e que pudéssemos nos amar de novo, como irmãos. Para mim, foi muito importante tentar transmitir a emoção que eu mesmo testemunhei em minha vida. Tenho a certeza que os atores conseguiram passar com perfeição a mensagem do amor e a esperança, porque muitas famílias vivem e passam por momentos de dificuldade. Que Deus sempre nos proteja e abençoe a todos nós. Amém. Obrigado.

(Orlando Lima fez o “Tio” na cena da reconciliação. Seu irmão que estava doente e com quem não falava há anos, esteve presente para assistir à peça).

 

Duda Lopes – Fez a filha Fabi

 

Durante esse período que estive na preparação da peça, aprendi muitas coisas. E a cada ensaio vi a quantidade de desafios que foram postos sobre a gente, mas também tivemos as recompensas no final, a plateia aplaudindo, o reconhecimento no fim. Posso dizer que a família que estava se apresentando naquele palco era muito maior. Não era apenas três filhos e um casal, mas o elenco todo. E a cada cena que teve naquele teatro foi muito maior do que esperávamos, pois a cada ensaio e até após a apresentação ouvi testemunhos de pessoas dizendo que aconteceu a mesma coisa, só que de um jeito diferente.

Ficha técnica:

 

Direção espiritual: Padre Sebastião Cintra

Direção Geral: Miriam Cidrini

Coordenação: Miriam Cidrini, Charlene Cidrini e Thiago Barbosa

Roteiro: Miriam Cidrini

Cenografia – Vídeo: Thiago Santos

Iluminação: Aroldo

Som: Samarone

Gravação de áudio: CFM FREGUESIA- Escola de música e Estúdio

Figurino: Miriam e Rose

Elenco: Ariane Costa, Dora Bernardo, Franco, Nathann Philip, Pedro Henrique, Duda Lopes,

Fabiano, Rodrigo Prado, Leonardo Castellar, Orlando, Marinete Vieira, Bárbara Dias, Marcelo Piza, Miriam Cidrini, Thiago Barbosa, Isadora Alvite

Bailarinas: Ariane Costa, Carolina Saraiva, Charlene Cidrini, Tatiana Araújo e Maria Paula

Participação especial: Thaís, Tavares, Thiago e crianças

Apoio: Paula Alvite, Rose, Thiago Santos, Aroldo e Vandinha

Duração: 0:45 minutos

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM