Pé na estrada. Terço na mão – Julho 2018

 

Antes de tudo, preciso esclarecer ao leitor, que apesar da coluna sugerir que sejam relatadas experiências de viagens, o depoimento que vão ler se refere, na verdade, a uma viagem “definitiva”, ou seja, trata-se da minha experiência com minha família quando resolvemos mudar de país! É importante contextualizar o leitor, pois essa perspectiva de visão mudou muito nossa experiência e até nossas expectativas.

Eu e meu marido mudamos para Portugal com 2 filhos menores (Daniela com quase 5 anos e Pedro com quase 1 ano), e a igreja, a vida com Cristo e em comunidade eram nosso alicerce no Brasil e não poderia ser diferente em nenhum lugar do planeta!

Logo que chegamos a Lisboa, começamos um roteiro de reconhecimento de território, no qual obviamente estavam incluídas diversas igrejas, mas confesso que muitas delas se transformaram em templos de exploração turística onde muitas vezes vi o desrespeito daqueles que desconhecem nossa Igreja UMA, SANTA, CATÓLICA, APÓSTÓLICA, ROMANA.

As pessoas não se curvam diante do altar, não respeitam a presença do Santíssimo nem sequer sabem que estão gritando e rindo alto, às vezes ate xingando diante do sacrário. Isso fez com que eu começasse a tentar criar na minha filha uma consciência religiosa de mais respeito em qualquer igreja e foi aí que a ensinei sobre a luz vermelha acesa quando o Santíssimo está exposto. Achei que seria mais uma das milhares de coisas que a ensino e ela esquece…

Seguimos viagem e nossa maior expectativa era ver o Santuário de Nossa Senhora de Fátima, e foi realmente lindo, era um dia de céu azul piscina, sem nuvens, o rosário é rezado o tempo inteiro no santuário, a presença de Deus pode ser sentida desde a estrada, enfim, é uma experiência ímpar, que todo católico deveria viver.

Eu e minha família não conseguíamos quase falar dentro do Santuário, não temos muitas fotos, justamente por que fomos tomados inteiramente pela emoção. Nosso bebe dormiu durante a missa e a menina estava excitada, pulava e ficou muito agitada. Foi então que lembrei a ela sobre o Santíssimo, mas infelizmente, na capela em que participamos da missa, o Santíssimo não estava exposto, ela ficou triste e seguiu agitada.

Como disse, não viemos a turismo, mas estávamos reconhecendo o país que nos acolhia, e dias depois, seguimos neste processo de reconhecimento de território e fomos conhecer Nazaré, uma cidade famosa por ter as maiores ondas do mundo! Não esperava viver uma experiência religiosa lá, mas como Deus está no controle de tudo…

Chegamos e fomos direto ao ponto de onde podíamos avistar o mar, as ondas, etc. Eu, que para completar estou ainda me recuperando de uma cirurgia no tornozelo esquerdo, resolvi ficar no alto da cidade com minha filha Daniela, vendo artesanato e comprando lembrancinhas.

Foi aí que resolvemos entrar na igreja da cidade, uma construção datada do século XVIII, linda como toda igreja desta época, subi as escada e ao entrar já me emocionei, minha filha se curvou diante do altar e me deu a mão para que eu conseguisse fazer o mesmo com meu tornozelo ruim. Ali ela me olhou e disse: “vamos falar com a Mamãe do Céu, Ela vai cuidar do seu pé mãe”! Já entrei na igreja chorando torrencialmente, pedia a Deus que me mostrasse o caminho, que confirmasse que tinha tomado a decisão certa para minha família, e que principalmente, acalmasse o coração dos meus filhos.

E foi justamente no auge da minha oração, que minha filha me chama, eu já estava pronta para repreendê-la por estar falando alto na igreja, quando ela me diz: “mamãe, olha lá, a luz vermelha está acesa, Papai do Céu está lá, vou falar com Ele agora para curar seu dodói”!

Não preciso nem dizer que neste momento chorei ainda mais, senti Nossa Senhora carregando a mim e minha família até o colo do Pai, apressei o passo até onde pude e quando cheguei vi minha filha ajoelhada como na foto, rezando, aí pensei: “Obrigada Senhor por fazer parte desta igreja UMA SANTA, CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, presente em todo mundo e capaz de nos dar suporte aonde quer que estejamos”!

Salve Nossa Senhora de Nazaré! Salve Nossa Senhora de Fátima! Rogai por nós que recorremos a vós.

Melissa Andrade

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM