Para que todos sejam um

 

“Ut Omnes Unum Sint” (Para que todos sejam um)

 

Há dez anos Dom Orani assumiu sua missão junto a igreja do Rio de Janeiro. E durante esse tempo ele foi nos mostrando um pouquinho de quem ele é e também do seu lema – Que Todos Sejam Um – na diversidade de Dons e carismas da igreja temos uma grande riqueza, mas que na unidade entre todos nós fazemos a razão da própria evangelização, para que o mundo creia. Essa unidade é bem para o nosso tempo, tão violento e intolerante.

E, com essas palavras, começava a missão de Dom Orani junto a nós.

 

Mas quem realmente é Dom Orani?

Nascido no dia 23 de junho de 1950 em São José do Rio Pardo, esse paulista, ainda menino, ingressou na Ordem Cisterciense antes de completar seus 18 anos. Durante os anos de 1691 e 1970 estudou filosofia no Mosteiro de São Bento e nesse mesmo período fez seus votos simples na profissão religiosa. De 1971 a 1974 estudou Teologia, também em São Paulo, no Instituto de Teologia Pio XI, onde durante o ano de 1972 realizou a sua profissão solene e 1973 recebeu os ministérios de acólito e leitor e também a sua ordenação diaconal em sua cidade natal.

Daí em diante, seguiu seu chamado, primeiro pelo interior de São Paulo – ficando em São José do Rio Pardo, depois em São Bernardo, até que em 1997 é eleito Bispo de sua diocese pelo Papa João Paulo II. Em 2004 toma posse como Arcebispo de Belém e em 2009 toma posse como Arcebispo do Rio de Janeiro.

 

O PASTOR DA UNIDADE

Sempre disposto e disponível, Dom Orani é um Bispo que está sempre junto do seu povo. Não há uma paróquia dentre as 272 de nossa arquidiocese que ele não tenha visitado. Com seu dom peregrino, ele faz da unidade a sua missão.

Sempre conectado, quando não está fisicamente junto a seu povo, se faz sempre presente por meio de mensagens enviadas – sejam textos ou vídeos – de forma a falar com todos os seus.

Construindo sempre pontes de diálogo, ele mostra a unidade da igreja não só entre os nossos, mas também indo até nossos irmãos e inclusive nos territórios mais hostis de nossa cidade, mostrando de fato que somos irmãos. Como diz seu lema, para que todos sejam um. Se faz presente em celebrações com celebridades e autoridades e também em distribuição de alimentos e atendimento em cracolândias e locais de risco.

Dessa mesma forma, no período das eleições, sempre recebe a todos, levando as questões e preocupações da igreja aqueles que porventura hão de governar e dirigir nosso estado e nosso país.

 

O BISPO DA COMUNICAÇÃO

Pode até parecer um pouco estranho para quem não conhece tão bem Dom Orani, mas para quem de fato já teve algum contato ou participou de algum momento ou entrevista com ele, sabe que ele também tem o dom também da comunicação. Profundo conhecedor do funcionamento das redes e da comunicação, está sempre conectado, possui uma compreensão de mundo e de sociedade e consegue expor de forma clara todos os ensinamentos de cristo, como poucos.

Não por acaso, desde o início da sua vida religiosa, Dom Orani já possuía esse dom, esse chamado a comunicação, tendo sido, ainda em São Paulo, coordenador diocesano da Pastoral da Comunicação e, logo depois como bispo, o responsável durante os anos de 1998 a 2003 pelo Setor de Comunicação do Regional Sul 1 da CNBB. Além disso foi presidente da Comissão Episcopal para a Cultura, Educação e Comunicação Social de 2003 a 2011 e desde agosto de 2012 é Presidente do Conselho Nacional de Comunicação Social do Senado Federal.

Na comemoração pelo dia Mundial das Comunicações Sociais 2019, a Pascom ser reuniu no Encontro de comunicadores (E-com) na arquidiocese, em 01/06. Quando para surpresa de todos, eis que discretamente ele surgiu entre os participantes, visitando todas as salas onde estava acontecendo as oficinas de formação e partilhou com todos momentos enriquecedores e de muito estímulo à missão de cada um, demostrando alegria e grande interesse pelas atividades desenvolvidas pela pastoral e demais grupos envolvidos com a comunicação católica. Foram momentos de muita proximidade que se viu lá, onde ele calmamente, fez selfs, conversou e animou o ambiente. É realmente o pastor que segue junto com as ovelhas, sem desviar o olhar.

 

SOLDADO DA FÉ

Em Dom Orani, o povo carioca pode perceber um pouco do que também percebemos em São Sebastião, nosso padroeiro. Um Bispo forte, guerreiro, que não tem limites e não mede esforços para levar a palavra de Cristo a todos os lugares. A trezena é um dos momentos em que podemos perceber essa força e sua missão. Sempre alegre e com sorriso no rosto, mas não deixando de anunciar o evangelho, Dom Orani e São Sebastião percorrem todo o Rio de Janeiro. Fortalecendo assim o povo católico também em seus serviços e em sua missão, onde quer que estejam. 

Além da Trezena, com a sua chegada à nossa Arquidiocese, também passamos a receber a imagem de Nossa Senhora de Nazaré e com isso temos um pequeno momento para vivermos e refletirmos sobre o Círio de Nazaré. Também outro momento forte é a Festa da Unidade – realizações que não ocorriam antes em nossa cidade, culminando com a vigília de Ano Novo no Cristo Redentor.

Não descuidando do seu pastoreio, alavancou o plano pastoral de conjunto, convocando o 11º e 12º PPC. Além disso, dentre várias atribuições pertinentes ao seu posto também de Cardeal, todos os anos a arquidiocese propõe uma reflexão sobre um tema de importância para igreja.  Esse ano, solicitou a toda a igreja do Rio de Janeiro nossas orações pelas Vocações Sacerdotais.

 

Que possamos rezar pelas vocações, mas também para que Deus fortaleça cada dia mais a missão desse Bom Pastor.

Nossa Senhora de Loreto e São João Maria Vianney, rogai por nosso Cardeal Arcebispo, Dom Orani João Tempesta.

 

Reportagem: Thiago Santos, Pascom Loreto.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM