Paixão de Cristo

De onde veio a ideia, o sentimento de realizar a Paixão de Cristo neste ano?

Thiago Barbosa: Ultimamente sempre trabalhei com teatro, eu na Divina Providência e a Charlene e a Miriam há muitos anos aqui no Loreto. Apesar de o teatro ter dado uma parada, um intervalo, sempre trabalhamos com teatro no EJC. E sempre tivemos uma vontade de fazer um teatro que abrangesse a Paróquia toda. Então a Miriam e a Charlene fizeram a proposta de tentar retomar o teatro em nível paroquial.

Charlene: Também sempre tivemos uma vontade de fazer um teatro na Semana Santa, que era um projeto antigo, que usasse a área externa da igreja, chamando toda a Paróquia, mas nunca conseguimos. Então nesse ano nos sentamos junto com o Thiago e a Miriam e demos início a esse projeto.

Thiago Barbosa: a coisa mais desafiadora foi mesclar com a Campanha da Fraternidade. A idéia inicial era fazer a Paixão de Cristo tradicional, mas o Pe. Sebastião nos propôs o desafio de inserir a Campanha da Fraternidade 2014 na Paixão. No início achamos que seria muito difícil e o Padre disse para não desistirmos, antes de tentar.

Charlene: Pesquisamos muito na Internet e no material adquirido pelo Thiago e pela Miriam, além do material que o Pe. Sebastião também disponibilizou. Então começamos a escrever e as ideias foram surgindo de uma forma impressionante. Pudemos perceber a ação de Deus na criação da idéia e do roteiro.

Esse é um roteiro inédito?

Charlene: Pegamos a Paixão de Cristo tradicional e unimos com a Campanha da Fraternidade que fala do tráfico humano, tornando esse um texto totalmente inédito.

Como está sendo a experiência de trabalhar com a comunidade?

Miriam: Essa experiência já foi realizada anos atrás com a peça “Abre as portas para o Redentor”, utilizando o largo e a fachada da igreja, e a experiência foi recompensadora porque o pessoal da própria paróquia também ajudou. O trânsito do ECC, a Pastoral da Alegria e outros. Quando ressurgiu tudo isso, pudemos perceber que a participação da Paróquia é sempre positiva, pois fizemos apenas dois anúncios. Num único final de semana e tivemos um retorno grande de cerca de 40 pessoas que estão nos ajudando nesse projeto. A paróquia veio atender às nossas solicitações. O Padre Sebastião pediu que fosse feita uma convocação e através dessa decisão, pudemos dizer que funcionou. A experiência é gratificante porque as pessoas querem participar, querem ajudar, a única dificuldade é ensaiar, associar todos que estão participando em um horário só, mas isso nós superamos.

Charlene: A primeira reunião do teatro não coube na sala, tivemos que mudar de sala porque as pessoas vieram e abraçaram a ideia. Por isso estamos felizes.

Thiago Barbosa: A nossa maior surpresa é que apareceram pessoas que não trabalham em nenhuma pastoral na nossa paróquia. E o anúncio na missa foi ideal para isso, para convidar essas pessoas que estão ajudando muito. O bom é que pela equipe do teatro você pode evangelizar e engajar essas pessoas ainda mais na paróquia.

Charlene: Nessa mesma reunião houve uma rápida apresentação e essas pessoas sem pastoral respondiam assim “Eu sou fulano, ainda não estou em nenhuma pastoral”. Então vejo que o teatro é uma forma de inseri-los na comunidade, na paróquia, fazendo-os participar de uma forma mais constante, mais frequente.

Vocês têm outros projetos além desse ou já pararam para pensar em outras peças?

Charlene: Anos atrás, em 1996 fizemos o primeiro musical, aí paramos e agora estamos retomando.

Miriam: ficamos cerca de dez anos, na Catedral, fazendo o musical da festa da Misericórdia, representando a Paróquia na Arquidiocese. Nesse período representávamos o Loreto em outro lugar. Sempre desenvolvemos esse tipo de projeto, sempre para o lado mais musical, tanto                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     que teremos uma parte musical na Paixão de Cristo.

Charlene: vai ter dança, vai ter canto, vai ser bastante diversificado.

Miriam: Quanto à peça em si, que é algo inédito, baseado na Campanha da Fraternidade que é um tema muito forte. O  controle que alguém exerce sobre o outro, por isso a imagem de Jesus libertando  é uma evangelização.  Naquele momento estaremos evangelizando, dizendo que “Jesus é o Senhor, Ele morreu por você”, qualquer jugo que a pessoa tenha na vida, é importante. Neste momento o nosso sentido é evangelizar quem irá assistir e quem está na peça, participando. O sofrimento causado pelo tráfico humano é muito duro, ver jovens e crianças sendo aliciadas, passando por esse tipo de crime; apenas Jesus pode libertar, e quando a pessoa busca e procurar mudar sua vida é o verdadeiro sentido da evangelização.

Thiago Barbosa: É curioso como o tema se encaixa com a Paixão de Cristo. Quando fomos tentar incluir as proposta da CF 2014 – Tráfico de Órgãos, Exploração sexual, adoção ilegal e o trabalho escravo – foi interessante perceber como se ajustaram perfeitamente. Depois que terminamos a história e o roteiro, percebemos que o que inicialmente achamos que era viagem, na verdade se tornou algo muito legal e estamos animados e ansiosos para saber a recepção da paróquia no dia da apresentação. Estamos com muita expectativa.

Qual mensagem que vocês gostariam de deixar para os leitores do “O Mensageiro”?

Charlene: Que venham assistir. Teremos muitas surpresas, teremos dança, canto, teatro, muitas pessoas participando, muita emoção então que as pessoas venham assistir, participar conosco, pois será um momento de muita reflexão, a sexta feira santa não será igual para as pessoas que vierem aqui.

Miriam: Gostaria de convidar a comunidade, pois sem a comunidade essa peça não terá sentido. E que convidem outras pessoas, tragam suas famílias, seus amigos, pois sempre tem alguém que precise ser evangelizado. Então que traga essa pessoa, convide e nos apoie, pois precisamos da sua presença e do seu apoio. É importante olhar e ver um rosto conhecido no meio da multidão.  Se programem, convidem em seus condomínios, em seus grupos de amigos, suas comunidades, e que participem conosco.

Charlene Cidrini, Miriam Cidrini e Thiago Barbosa

 

Nota da redação: A peça será realizada no pátio externo do CEPAR, as 17h30 – entre a celebração e a procissão do Senhor Morto.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM