Oração Cristã – out2018

 

A Oração da Igreja
 

A ORAÇÃO DA VIRGEM MARIA

 

A oração de Maria nos é revelada na aurora da plenitude dos tempos. Na fé de sua humilde serva, o Dom de Deus encontra o acolhimento que esperava desde o começo dos tempos.

Deus Todo Poderoso tornou Maria “cheia de graça”, assim sua oração se caracteriza por sua fé e por sua oferta generosa de todo seu ser a Deus: ser todo dele porque Ele é todo nosso.

A Mãe de Jesus é também a Nova Eva, a “Mãe dos vivos”: ela reza a Jesus, seu Filho, pelas necessidades dos homens. É o que vemos ao avisar Jesus que o vinho acabou quando estavam num banquete de núpcias, sinal de outro Banquete, o das núpcias do Cordeiro, que dá seu Corpo e Sangue a pedido da Igreja, sua Esposa. Ao pé da Cruz Maria é a verdadeira “Mãe dos vivos” e por isso podemos invocá-la e pedir-lhe intercessão junto de Deus.

O cântico de Maria, o Magnificat é ao mesmo tempo o cântico da Mãe de Deus e o da Igreja, cântico da Filha de Sião e do novo Povo de Deus, Cântico de agradecimento alegre que sobe do coração dos pobres porque a esperança deles é realizada pelo cumprimento das promessas divinas: “em favor de Abraão e de sua descendência para sempre”.

Devemos aprender a rezar como Maria, isto significa estar em harmonia com a sua oração “Faça-se em mim segundo a Tua palavra” (Lc 1,38). Orar é, no fundo, uma entrega que responde ao amor de Deus. Quando, como Maria, dizemos “sim”, Deus tem possibilidade de viver no seio da nossa vida.

Dizia São Bernardo de Claraval: “Chama Maria com fervor, e ela não deixará de lado a tua necessidade, pois ela é misericordiosa ou, melhor, a mãe da misericórdia”.

 

NO TEMPO DA IGREJA

 

No livro dos Atos dos Apóstolos lemos que no dia de Pentecostes, os discípulos estavam reunidos no mesmo lugar, perseverando na oração.

O Espírito, que ensina a Igreja e lhe recorda tudo o que Jesus disse, vai também formá-la para a vida de oração e a faz cada vez mais profundamente na contemplação e na união com o insondável mistério de Cristo.

Na primeira comunidade de Jerusalém, os fiéis se mostravam “assíduos ao ensinamento dos apóstolos, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações” (At 2,42). Temos então que a oração da Igreja é fundada na fé apostólica e autenticada pela caridade, ela é alimentada na Eucaristia.

Os primeiros cristãos oravam intensamente e a Igreja era movida pelo Espírito Santo.                                                                                                                                                                                                                                                                                             

As orações são, sobretudo, as que os fiéis ouvem e leem nas Escrituras. O Espírito Santo suscita formulações novas que se desenvolverão nas grandes tradições litúrgicas e espirituais. A Eucaristia contém e exprime todas as formas de oração.

As formas da oração, como expressas nos escritos apostólicos e canônicos, serão normativas para a oração cristã.

 As formas essenciais da oração cristã são: a benção e a adoração, a oração de súplica e a intercessão, a ação de graças e o louvor.

 

A BÊNÇÃO E A ADORAÇÃO

 

Uma oração de bênção é uma oração que invoca sobre nós a benção de Deus A bênção exprime o movimento de fundo da oração; é o encontro de Deus e do homem; nela o dom de Deus e a acolhida do homem se chamam e se unem. A bênção é a resposta do homem aos dons de Deus: nós bendizemos o Todo Poderoso que primeiro nos abençoa e nos enche dos seus dons.  Em outras palavras: porque Deus o abençoa é que o coração do homem pode bendizer por sua vez Aquele que é a fonte de toda bênção. Duas formas fundamentais exprimem esse movimento da bênção: ora ela sobe levada pelo Espírito Santo por Cristo ao Pai (nós o bendizemos por nos ter abençoado); ora ela implora a graça do Espírito Santo, que, por Cristo, desce de junto do Pai (é Ele que nos abençoa).

                No Antigo Testamento, no livro de Números 6,24-26 encontramos a seguinte bênção: “O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face e se compadeça de ti! O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!”.

“Deus te abençoe” é a mais curta fórmula de bênção. Cada cristão deve invocar a bênção de Deus para si e para as outras pessoas. Os pais podem fazer aos filhos, na testa o sinal da cruz. As pessoas que se amam podem abençoar-se mutuamente. Em virtude do seu serviço os sacerdotes abençoam em nome de Jesus expressamente e por encargo da Igreja; a sua bênção torna-se especialmente efetiva por causa da sua ordenação e pela força da oração da Igreja inteira.

A adoração é a primeira atitude do homem que se reconhece criatura diante de seu Criador três vezes santo e sumamente amável que nos enche de humildade e dá garantia a nossas súplicas. Quem realmente adora a Deus ajoelha-se diante d’Ele, reconhecendo que ele é grande e nós somos pequenos.

Jane do Tércio

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM