O que fazer nas férias

 

As férias de verão é uma das ocasiões mais aguardadas pelas crianças e também pelos pais, afinal, nada melhor do que aproveitar a temporada de lazer junto com a família.          

Quando pensamos em férias, vem a mente viajar. Mas para quem não tem essa oportunidade, não esqueça que vivemos em uma das cidades mais lindas e atraentes do mundo. O Rio de Janeiro, oferece tantas opções de laser, que seria necessário mais de um mês de férias para todas as visitas. Programar passeios a lugares próximos uns dos outros, para que sejam visitadas no mesmo dia, é uma boa sugestão para usufruir bem do tempo. Outra dica é verificar a previsão meteorológica para visitar lugares a céu aberto em dias de sol.  

No Centro do Rio estão os prédios históricos, o Teatro Municipal, a Biblioteca Nacional, a Igreja da Candelária, a Confeitaria Colombo, o Mosteiro de São Bento, o Centro Cultural do Banco do Brasil, dentre outros. A área portuária da cidade foi revitalizada e abriga o Museu do Amanhã, o AquaRio e o Museu de Arte do Rio. Mais uma opção é passear pelo bondinho que passa pelos Arcos da Lapa e leva à Santa Tereza.    

O Cristo Redentor é uma atração conhecida internacionalmente como uma das sete maravilhas do mundo. Localizado em cima do Morro do Corcovado, o lugar proporciona uma paisagem encantadora. Igualmente deslumbrante é o Pão de Açúcar, cujo acesso é feito através de um bondinho.

Não faltam passeios para curtir as férias no Rio. Alugar um pedalinho na Lagoa Rodrigo de Freitas, pedalar pela orla de Copacabana, tomar um café no Parque Laje, assistir ao pôr do sol na Pedra do Arpoador, correr pelo aterro do Flamengo ou descansar sob as copas das árvores no Jardim Botânico são mais algumas boas opções.      

Um ponto importante para que as férias sejam melhores desfrutadas é a questão da acessibilidade. Cada vez mais são encontrados serviços que buscam incluir todas as pessoas independente do grau de deficiência. A inclusão é um assunto social que deve ser incentivado pelas escolas, famílias, comunidades e pelo governo através de políticas públicas que estimulem a sociedade pensar e agir com ideais igualitários.    

Outro tema que merece destaque é refletir se estamos cuidando e preservando os locais da cidade da melhor maneira. O caminho para melhorar o ambiente em que vivemos começa por nossas próprias atitudes, como por exemplo, recolher o lixo, não desperdiçar água e energia, práticas sustentáveis que auxiliam na sustentabilidade do meio ambiente.      

Assim sendo, uma ótima forma de curtir as férias de verão é com acessibilidade, conscientização e lazer para todos. 

 

 

Projeto Praia para todos

(Por: Alan Luís de Abreu- Pascom Loreto)

 

                Minha dica para você, portador de necessidades especiais, curtir esse verão e se refrescar é o projeto praia para todos.   O projeto foi idealizado pelo Instituto Novo Ser em 2008, com o objetivo, de montar uma infraestrutura acessível para que as pessoas com algum tipo de deficiência, possam ter acesso a praia.

            O programa com 10 anos, teve enorme repercussão em nível nacional e internacional e transformou, sem dúvida, o paradigma com relação à acessibilidade nas praias brasileiras. Representantes de todos os estados do litoral fizeram contato para conhecer o projeto de forma a replicá-lo em sua região. O objetivo do Instituto Novo Ser, nesse sentido, podemos afirmar, foi cumprido com total êxito.

                O Praia Para Todos atende às necessidades de cerca de 50 pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida por dia, em cada praia. Até 2018 foram realizados mais de 26.500 atendimentos diretos e indiretos.

                O projeto também tem surf adaptado e vôlei sentado para que as pessoas portadoras de necessidades especiais possam ter a experiência de praticar algum esporte.

                Eu já fui duas vezes neste projeto, ele é muito bem organizado e os seus voluntários são muito atenciosos e, o melhor: Levam você ao mar, uma experiência única.

                O projeto praia para todos está aos sábados e domingos das 09 da manhã às 14 horas no posto 3 da praia da Barra da Tijuca e no posto 5 da praia de Copacabana, até o mês de abril. Para maiores informações acessem o site do projeto http://www.praiaparatodos.com.br

 

 

Projeto Roteiros Geográficos

 

(Por: Thiago Santos – Pascom Loreto)

 

                O projeto Roteiros Geográficos do Rio de Janeiro tem mais de 15 anos de atividade. Surgiu em meio as aulas de geografia ministradas na UERJ pelo Prof. Dr. João Baptista Ferreira de Mello e faz parte de um projeto de extensão do Núcleo de Estudos sobre Geografia Humanística, Artes e Cidade do Rio de Janeiro e do Instituto de Geografia e no momento conta apenas com o apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro.

                Os roteiros, todos eles gratuitos, são feitos a pé, pelas ruas dos bairros centrais do Rio de Janeiro e toda a elaboração é realizada em sala de aula. No início os passeios eram feitos apenas durante o dia e depois, com o avançado do projeto, é que fomos para os passeios noturnos. Isso se dá, segundo o professor, porque é no Centro do Rio que há um somatório de uma arquitetura diversa e muito rica, além das alterações geológicas ocorridas no período.
                Alguns passeios são temáticos como o de São Sebastião e o de Tiradentes, outros são repetidos rotineiramente, sendo eles diurnos ou noturnos. E alguns são elaborados mediante solicitação dos alunos. O maior impedimento para a realização é a falta de apoio dos órgãos de Cultura do Rio de Janeiro. Outra grande dificuldade é o clima, já que uma vez que chove, o passeio não é realizado. Mas, uma vez que o tempo esteja bom e o passeio ocorra, é uma verdadeira aula ao ar livre, visto que todo o conhecimento é partilhado, tanto pelo professor, quanto pelos alunos e participantes que complementam as histórias com seus depoimentos.

                Interessante pensar o quanto de história as ruas do Centro do Rio de Janeiro escondem e o quanto podemos aprender, de forma gratuita, através desses passeios, conhecendo novos locais e apurando nosso olhar sobre coisas que desconhecíamos.

                Abaixo o calendário dos próximos passeios e para participar, basta entrar em contato através dos meios abaixo:

Site:  http://www.roteirosdorio.com

Whats app: (21) 98871 7238

Facebook: Roteiros Geográficos do Rio

Instagram: @roteirosgeorio

Twitter: @roteirosgeorio

 

Próximos Roteiros (já confirmados)

·         10 de Fevereiro / 10h – Requien para a Rio Branco / Marlene Rainha do Rádio e Cauby Peixoto – início na Praça Mauá, na portaria do Ed. A Noite

·         15 de Fevereiro / 20h – Requien para Gisela Amaral nas ruas do Rio (esposa do Ricardo Amaral) – Início nos degraus da casa França Brasil

·         01 de Março / 00h – Aniversário da Cidade – Início na calçada da igreja de Santa Luzia – Ladeira da Misericóridia – Cidade da Justiça e Praça XV

 

 

Trilha Adaptada Dom Pedro Augusto

Parque Nacional da Tijuca – PNT

 

Por: Paulo Renato – Pascom Loreto

(*) Colaborou nesta matéria Anderson Montanha – Voluntário PNT

 

               

                O Caminho Dom Pedro Augusto foi inaugurado em 2011, em comemoração aos 50 anos do Parque Nacional da Tijuca. Ele tem 633 metros de extensão, é plano em todo seu percurso e é mais largo que as outras trilhas tradicionais do parque, já que é uma trilha adaptada. Isso faz parte da proposta de implantar percursos acessíveis e atividades que contribuam para o desenvolvimento físico-motor, cultural e recreativo de pessoas com necessidades especiais.

                O nome da trilha é uma homenagem ao Dom Pedro Augusto de Saxe Coburgo, neto do nosso grande imperador Pedro II e filho da gentil Princesa D. Leopoldina.

A trilha tem seu início no Jardim dos Manacás e termina na Estrada dos Picos, perto da sede administrativa do Parque. Ao longo do trajeto você passará por uma Ponte de Pedra, pela Cachoeira da Violeta (cachoeira temporária, só aparece em épocas de chuva) e encontrará diversas placas em braille com o nome das espécies de plantas que estão pelo caminho.

                É possível deixar carros no restaurante Os Esquilos e realizar um “bate e volta” na trilha. Um caminho bem agradável onde é fácil encontrar pássaros e animais durante a caminhada. Essa é mais uma curiosa história da nossa rica e linda Floresta da Tijuca.

Aproveite as férias e conheça o local!

 

 

Trilhas pelo Rio de Janeiro

 

E que tal trilhar, desafiar os limites do corpo e ver, de outro ângulo, diversas paisagens no Rio de Janeiro? Isso também é possível.

 

A galera do RioEcoEsporte, através do projeto Mateiros, leva você a conhecer diversos picos e trilhas do Rio de Janeiro. O projeto visa dar oportunidade de todos que moram na cidade do Rio de trilharem com toda a segurança, independente do poder sócio econômico da pessoa. A retribuição é voluntária e dada sempre ao término da trilha, onde cada um colabora com o que o bolso permitir.

 

A cada domingo eles realizam uma trilha diferente, com um nível diferente de dificuldade, buscando criar uma cultura não só de trilha, mas também de qualidade de vida para todos os participantes. As trilhas vão do nível fácil até o nível mais avançado, sempre realizadas com guias e toda a segurança exigida pela lei (guias formados, seguro de vida e de acidente e outros)

 

Segundo Marcelo, idealizador do projeto, a ideia é que no futuro próximo, eles também façam eventos um pouco mais distantes, mas dentro ainda do Estado do Rio de Janeiro, pegando as pessoas mais frequentes nas atividades e leva-las para fora da cidade, em programas de dois dias, fazendo outros passeios e conhecendo também o que o nosso estado oferece.

 

Abaixo segue a programação de Fevereiro:

• 03/02/19 – Trilha Alto da boa vista x mesa do imperador – Trilha semipesada

• 10/02/19 – Alto da Boa Vista x Mirante da Freira x Cachoeira Diamantina – Trilha leve

• 17/02/19 – Travessia Pau da Fome x Camorim – Trilha moderada

• 24/02/19 – Travessia Pau da Fome x Rio da Prata – Trilha Pesada

 

E para saber mais, basta seguir as redes do Rioecoesporte:

Facebook – https://www.facebook.com/rioecoesporte/
Instagram – @rioecoesporte

Tel – (21) 97458 – 5402

 

 

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM