Loretando – As aventuras de um Papai Noel no Loreto

Certo dia, lá pelos anos 90 o pessoal da Ação Social do Loreto me convidou para ser o papai Noel da festa de fim de ano dos assistidos. Como eu já tinha a roupa completa e fazia essas apresentações em família, aceitei de pronto. Como tudo na vida tem seu complemento, alguém deu a ideia: – vamos fazer a chegada do papai Noel de helicóptero! Como tudo isso é feito na base do amor, achei que dificilmente conseguiriam uma aeronave de graça. Fiquei tranqüilo. Mas do nada apareceu o Português (Luiz da saudosa Cássia), se oferecendo, pois ele trabalhava no aeroporto de Jacarepaguá. Fiquei tão feliz, vocês nem imaginam… Mas por problemas particulares ele não conseguiu e eu respirei aliviado. No ano seguinte, estava eu novamente de papai Noel e quem aparece? O Português com o bendito helicóptero e desta vez era de verdade. Fomos direto para o aeroporto, lá me vesti e ele disse: – a aeronave está na pista. Gente, não que eu seja medroso, mas eu era mais alto que o helicóptero, sabe um fusquinha metido a besta? Pois era o próprio. Uma coisa minúscula. Não achei que aquilo pudesse voar. Por precaução informei ao piloto: – cara eu peso 100 kilos… E ele muito orgulhoso disse: – “guenta” até o dobro e se enfiou pra dentro da cabine. Gente era ou não era pra ficar apavorado? Sentei-me ao seu lado numa cadeirinha que definitivamente não era para o meu tamanho. Dentro era tão pequeno que o meu ombro esquerdo ficava do lado de fora. Então ele me falou; não vai dar pra você usar o fone de ouvido (por causa do gorro na minha cabeça) e continuou: – quando subir, segura o gorro e a barba, prende o saco de presentes entre as pernas e coloca o cinto. Respondi alguma coisa que nem eu ouvi por causa do barulho da aeronave. Quando ele deu força total no motor e botou as hélices pra girar, tive que segurar a barba e gorro com uma das mãos e a outra estava do lado de fora com as unhas cravadas no teto. O vôo começou e junto com ele minhas orações. Meus joelhos tremiam e batiam no painel da frente, levei um bom tempo pra abrir os olhos e já estávamos chegando ao alvo, então ele gritou: – vou dar umas voltas por cima para você acenar para as crianças. Não deu tempo de dizer não e ele já estava fazendo a proeza. Vale lembrar que fazer a curva significa inclinar, e muitooooo. Então estava eu com meio corpo de lado de fora, rodando por cima do Loretão e ainda tinha que dar tchauzinho e com a outra mão tinha que segurar a barba, o gorro e meu coração que insistia em sair pela boca. Para completar a Solange me deu uma câmera pra fotografar lá de cima… só se fosse com a boca. A medida que as crianças se emocionavam o piloto se empolgava dando mais uma volta. Eu não tinha mais uma mão pra poder bater nele. Enfim ele avisou que iríamos descer no estacionamento do shopping, entre um poste e outro e lá embaixo estava o português fazendo sinalzinho igual a um flanelinha. – vem, vem, devagar, devagar, isso, isso… aí, aí, deixa solto!!!

Enfim estávamos em terra firme, e antes que o meu coração se acalmasse, o piloto gritou: – corre que eu não posso ficar muito tempo parado aqui. Gente, eu me senti o Rambo numa missão de guerra. Segura o gorro e a barba, bota o saco nas costas, abaixa a cabeça e corre. Tudo isso com muita elegância é claro. Cheguei ao portão de saída exatamente como um pacote de pão de forma que caiu do carrinho; todo desengonçado, todo desarrumado. Rapidamente juntaram meus pedaços e partimos para o salão. Muita gente em volta fazendo a segurança, mas quando cheguei no meio do salão todos se dispersaram e eu me vi sozinho com crianças pra todo o lado vindo pra cima de mim. Agarravam nas minhas pernas, puxavam minha barba e eu nem conseguia andar, muito menos gritar, até que alguém da equipe viu meu desespero, já que com a barba ninguém ouvia nada e vieram ao meu socorro na base do sai, sai, sai, larga ele, larga ele!!! E alguém me segurou antes de cair e me levou até o palco onde tudo correu bem. Fizemos a entrega dos presentes e nos preparamos para sair do salão Zaccaria. Agora um cordão de isolamento feito com o pessoal do EAC me protegia. Entre o divertido e o desespero tudo correu bem. Muitos anos se passaram, foram mais de dez anos dando essa contribuição. Muita felicidade e emoção em cada natal. Obrigado Senhor por poder ajudar de alguma forma.

P.S. Feliz Natal a todas as Famílias do Loreto.

P.S. do P.S. Na próxima vez eu conto mais das aventuras de um papai Noel no Loreto, que são muitas.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM