Fé e Política – Jan2014

“Por uma economia que privilegie o emprego do trabalhador e fortaleça quem mais emprega: os pequenos empresários”

 

O governo federal vai criar um Portal na internet que vai acelerar os processos de abertura, licenciamento e fechamento de micros e pequenas empresas, diminuindo a burocracia. O Portal na internet terá o nome: “Empresa Simples”. A expectativa é que ele esteja funcionando, plenamente, em até um ano e atenda pelo menos a oito milhões de micro e pequenos empresários, além de microempresários individuais.

Qualquer empresa conseguirá iniciar suas atividades em até cinco dias, utilizando o portal. Com esta nova ferramenta eletrônica, o empresariado, por exemplo, poderá receber da prefeitura da localidade onde a empresa estiver sediada a permissão para exercer suas atividades no endereço indicado, além de poder obter o registro na Junta Comercial e de se inscrever no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, o CNPJ. O Portal Empresa Simples também contará com um ponto de encontro eletrônico, uma espécie de “bate papo”, para aproximar compradores e fornecedores.

A verdade é que o Brasil realmente necessita de mecanismos que fortaleçam os empreendimentos no país. Principalmente por causa do grande crescimento do nosso mercado interno – crescimento este que vem gerando, mensalmente, um grande número de novos empregos para os brasileiros. No entanto, os pequenos e micros empresários ainda sofrem muito no nosso país por causa da enorme burocracia e dos gastos para manterem suas empresas.

Assim, o governo federal, os governos estaduais e as prefeituras têm que fazer todo o esforço para ajudar este importante segmento da nossa economia. Isso porque, desde 2008, o mundo vive uma grave crise econômica. E quem mais sofre com essa situação é a juventude, que está com enorme dificuldade de arrumar emprego. Em países como a Espanha, Itália e Portugal, por exemplo, 50% dos jovens de 18 a 29 anos estão desempregados! Um número assustador!

Aqui no Brasil, a situação em relação à nossa juventude no mercado do trabalho é melhor. Mas, mesmo assim, não é para se comemorar, já que 14% dos jovens brasileiros estão desempregados.

E veja só como as pequenas empresas são fundamentais para a geração de empregos: de acordo com o Sebrae, as pequenas e microempresas constituem 99% do total de empresas no Brasil, concentrando a metade dos empregos com carteira assinada e 40% da massa salarial. Esse segmento empresarial também é responsável por um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) do país e por 70% das novas vagas geradas mensalmente.

Dessa forma, o governo federal não pode perder de vista a importância dos pequenos empresários, responsáveis, como vimos, pelo emprego de metade dos trabalhadores brasileiros. O que o governo tem que fazer é ampliar a política de apoio a essa parcela do empresariado nacional. E um problema que tem que ser resolvido, com urgência, é o fato de os bancos estatais preferirem emprestar dinheiro a juros baratos para as grandes empresas, ao invés de estimular o apoio aos pequenos empresários.

Vamos lembrar que a CNBB, em sua 48º Assembleia Geral, em 2010, já alertava o governo a realizar políticas de combate ao desemprego, afirmando: “A realização dos direitos da população está acima dos interesses dos mercados financeiros”. Muito da atual crise econômica que vem acabando com os empregos em todo o mundo ocorre porque a ganância foi posta acima das pessoas. Daí a importância de o nosso país continuar fortalecendo seu mercado interno, apoiando, sobretudo, os pequenos empresários.

Um grande abraço e Paz e Bem a todos e todas.

 

Robson Leite é deputado estadual, professor e escritor. É paroquiano da Igreja da Nossa Senhora do Loreto há mais de 30 anos , tendo sido fundador e coordenador do Grupo de Fé e Política. Foi coordenador da Pastoral de Crisma e da Pastoral da Juventude. Atualmente integra o Encontro de Casais com Cristo (ECC) e participa da coordenação dos Círculos Bíblicos do Vicariato de Jacarepaguá.

www.robsonleite.com.br

www.facebook.com.br/robsonleiteprofessor

 

 

 

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM