Falando Francamente – Os padres

Pois é, queridos irmãos leitores, no dia 04 de agosto foi o dia dedicado aos Padres. Na verdade a data passou um pouco despercebida se comparada ao dia dos pais, quando milhares de consumidores correram aos shoppings para a compra de presentes. Isso é natural, mas o Dia do Padre podia ser mais badalado e intensamente comemorado.

Voltei a esse tema, pois comemoramos em setembro o aniversário de ordenação do nosso Pároco, Pe. Sebastião e este mês vamos comemorar também os 44 anos de ordenação do Pe. Luiz Antonio. Então fica a pergunta: vocês já pensaram seriamente a vida que os padres levam? Longe de suas famílias, ouvintes de lamúrias e confissões de pecadores reincidentes e incorrigíveis. Além disso, celebram missas, casamentos, batizados, numa rotina cansativa e constante. Interessante é que na maioria das celebrações de batizados e casamentos, eles não são convidados para as festas. Poucos de nós os convidamos a participar mais de momentos em nossas famílias. Quantos já convidaram os padres para um almoço em casa ou para um joguinho de sueca? Sinceramente estamos errados e alheios à vida dos padres. E pior, muitas vezes a figura do padre aparece de modo desrespeitoso e jocoso no lazer dos leigos. Como exemplo, cito a brincadeira de apostar corrida entre os meninos que gritam: “o último é mulher do padre”. Isso sem falar nas festas juninas em que o padre sempre aparece entre os noivos e delegado como uma figura ridicularizada. Precisamos valorizar mais nossos padres.

Na nossa paróquia não falta trabalho para os padres, principalmente se levarmos em conta a quantidade de pastorais e movimentos que temos e o atendimento que precisam dar levando e ministrando a Unção dos enfermos aos doentes nas casas e hospitais, presidindo celebrações de corpo presente nos cemitérios, etc. O Pároco, este ainda atua no controle da administração e das finanças e ainda participa de diversas reuniões diocesanas e vicariais. Haja tempo e disposição para tudo isso.

O voto de castidade é sem duvida, algo muito significativo na vida sacerdotal. Nas noites frias, quando nós dormimos agarradinhos com nossas esposas, os padres dormem abraçados com seus travesseiros ou com o livro que estavam lendo quando pegaram no sono.

Louvores e glórias a Deus.
Zamoura (da Diva) – 15º ECC
Zamouraediva@oi.com.br

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM