Falando Francamente – Dia dos Namorados: O Dia do Amor

Caracterizado por festas populares e religiosas tradicionais, junho tem no seu calendário uma comemoração merecedora de destaque – O Dia dos Namorados. O 12 de junho, antecedendo com propriedade o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro, pode muito bem ser chamado o Dia do Amor. Na troca de presentes e juras entre os apaixonados, ele serve para demonstrar que mal grado as dificuldades e a violência do mundo atual, ainda há lugar para este sentimento sublime que é o amor. O amor acompanha o ser humano desde a infância, quando decide se manifestar nos corações inocentes dos pequeninos, como que os treinando para sentimentos que virão mais forte no futuro. Na adolescência, ele é igual ao brotar das flores, vem cheio de sonhos, devaneios, para, por fim, ressurgir com toda a carga de emoções físicas e espirituais na idade adulta, quando a juventude explode. Marca o início de uma existência a dois, que resulta, frutificando na descendência. Na meia idade, ele se retempera, e o saudosismo acontece vindo à memória os belos tempos do “Só vou se você for “, os ciuminhos daquele amigo ou amiga dela ou dele, principalmente nos bailes quando era comum convidarem sua namorada para dançar. Tudo piorava quando o cara dançava bem e ela se empolgava, dava vontade de entrar no meio dos dois e separá-los. Nos chamados “anos dourados”, namoro era coisa séria e marca o início de uma existência a dois que frutifica na descendência e uma abertura do caminho para o noivado. Naquele tempo os namoros eram, tranqüilos e tinham as cores do outono e, por isso mesmo, se revestiam de beleza inusitada, inclusive no escurinho do cinema. Na velhice, o sentimento de namoro não se apaga, dotando de poesia o que resta ainda a ser vivido. Todavia, esta marcha natural do amor não prescreve regras porque ele pode surgir, com toda a sua verdade, não apenas na juventude quando ocorrem os casamentos, mas na meia idade ou mesmo na velhice, como que numa explosão rara de renovação. Tem beleza igual, emocional e se revela com toda a sua ternura. Por tudo isso e muito mais, o amor descortina, em qualquer idade o esplendor do mundo e da beleza, pois muito se engana quem acredita que o amor tem unicamente a face jovem. Privilégio maior possui o homem que em qualquer fase da vida tem a coragem de viver seu próprio tempo de amor e se deixa por ele iluminar. O namoro é a essência da vida que se renova no cotidiano em especial no DIA DOS NAMORADOS, O DIA DO AMOR.

Louvores e Glórias a Deus

Zamoura (da Diva) 15º E.C.C
zamouraediva@oi.com.br

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM