Espaço teológico – Jan 2019

 

Festas da Epifania

 

O mês de dezembro terminou e nele celebramos o Natal, festa que nos proporciona momentos de paz e de união entre as famílias. Nesta data tão singular celebramos muito mais do que o aniversário de Jesus, celebramos a Encarnação do Verbo “O verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo1,14). É a pura humildade de Deus e pura gratuidade do amor divino por cada um de nós.

Você deve nesse momento está se perguntando: já estamos em janeiro, iniciamos um novo ano e ela ainda está falando sobre o Natal?

Sim, estamos falando sobre o Natal, mais precisamente, as celebrações que correspondem as celebrações da manifestação do Senhor. Resolvi falar um pouco sobre elas. Muitas pessoas conservam a cultura de ‘desmontar’ o presépio e a árvore, que são símbolos natalinos, na festa da Epifania dia 06 de janeiro, por concluírem que se encerrou o período do Natal, porém ele só se encerra no domingo seguinte, quando celebramos as manifestações, também conhecida como festas da epifania, da vida de Cristo que por muitas vezes passa por despercebido.

Quais são, então, essas festas da epifania, que fazem parte desse tempo de Natal?

Antes de prosseguirmos temos que entender o que é epifania. Epifania significa aparição ou manifestação divina que nos faz compreender a essência das coisas, em nosso contexto, as festas da epifania são as celebrações que nos lembram a manifestação do Senhor que ocorreram no início da vida de Jesus. Elas são três, o Natal, a Epifania do Senhor e o Batismo.

A primeira festa da Epifania é a Solenidade do Natal que acontece no dia 25 de dezembro, em que celebramos a encarnação do Verbo, onde Deus se manifesta na carne[1]. A segunda é a Solenidade da Epifania do Senhor, no dia 06 de janeiro, conhecida também como a festas dos reis magos, nessa festa percebemos Deus se manifestando como Salvador de toda humanidade, incluído assim os pagãos que são  representados pelos reis magos.[2] Para finalizar vamos celebrar a Festa do Batismo do Senhor, ocorre no domingo após a Epifania, onde pelo Batismo o Pai se manifesta proclamando que Cristo é verdadeiramente seu Filho bem-amado. Nela somos convidados a celebrar e renovar nosso batismo.

Essas festas nos fazem vivenciar os mistérios do amor de Deus por nós. Que elas possam iluminar a nossa vida e que possamos ter cada vez mais interesse pela nossa rica Liturgia.

“Deus se fez homem para que o homem se torne deus” (Sto Agostinho, De doctrina christiana).

“Deveis ser, como luz no mundo, uma força vital para os outros homens; permanecendo como luzes perfeitas diante da grande luz, sereis inundados pelo esplendor dessa luz que está no céu e iluminados com maior pureza e fulgor pela Trindade” (Dos Sermões de São Gregório Nazianzeno, Bispo).

 

[1] Para entender um pouco mais sobre essa solenidade leia o artigo da revista O Mensageiro de dezembro de 2016.
[2] Para entender um pouco mais sobre essa solenidade leia o artigo da revista O Mensageiro de janeiro de 2017.

 

Michele Amaral – Bacharel em Teologia – PUC-Rio

 

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais