Espaço Teológico – A Imaculada Conceição

No dia 8 desse mês proclamamos o dia do dogma da Imaculada Conceição de Maria. Diante disso nos vem diversas perguntas em nosso coração: O que é Dogma? E a Igreja sempre considerou Maria como Imaculada? O que é ser Imaculada? O que significa esse dogma? Tentarei responde-las de forma breve!

A palavra Dogma vem do grego Dokeo, que tem o mesmo valor de “decisão”. Utilizando-se desse valor, o Magistério da Igreja nos diz que o Dogma é uma doutrina que propõe de maneira definitiva uma verdade revelada, pois ela está contida de maneira explicita e imutável ou possui uma “conexão necessária” na Revelação divina, por exemplo, os artigos do “símbolo da fé” (Credo). É importante lembrar que a Igreja vai definindo os dogmas de maneira gradual, ou seja, ao longo da história, isso não quer dizer que essas verdades só foram reveladas mais tarde, mas sim que foram se tornando mais claras. Um dos primeiros dogmas a serem definidos nos primeiros concílios foi sobre a Santíssima Trindade.

Temos que ter em mente que até ser decretado o dogma muito caminho se percorreu, foram feitos vários plenários para que se chegasse a um consenso, com isso tivemos Teólogos e Doutores que se intitulavam Imaculados, a favor do dogma e os Maculados que consideravam Maria Cheia de graça, mas acreditavam que como pertencente a uma humanidade pecadora ela havia contraído o pecado original como qualquer ser humano. Como Imaculados podemos citar diversos, mas seu pioneiro foi o franciscano Beato Duns Scoto (vejam o Filme sobre a vida dele, poderão ver como eram feitos os plenários) e como Maculado podemos citar Santo Tomás de Aquino que no final de sua vida (1273) ele assume-se como favorável ao dogma mariano.

Desde os primeiros séculos o povo cristão, com seu sentido de fé (sensus fidei), baseado na Escritura, sempre considerou Maria como toda santa sem pecado. Já no século IV encontramos o diácono e teólogo Efrém da Síria compondo hinos afirmando que Maria era limpa e pura da macha do pecado, bem como Jesus. No Século VII, no Oriente, S. João Damasceno fala da santidade original de Maria e celebra a festa de sua Conceição. Por volta do Século XI iniciou-se as reflexões que tinham como objetivo afirmar teologicamente o que a piedade popular já confessava. Duns Scoto que defendeu a tese de que segundo a qual a ação redentora de Cristo em relação a sua mãe devesse ser considerada como preservada do pecado original, ou seja, é por causa de Cristo que ela é preservada. O dogma foi definido no ano de 1854 pelo Papa Pio IX com a Bula Ineffabilis Deus:

Em honra da Trindade (…) declaramos a doutrina que afirma que a Virgem Maria, desde a sua concepção, pela graça de Deus todo poderoso, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Salvador do homem, foi preservada imune da mancha do pecado original. Essa verdade foi-nos revelada por Deus e, portanto, deve ser solidamente crida pelos fiéis”.

Lembrando que isso não quer dizer que as outras consequências da situação de pecado foram excluídas: dor, angústia, morte, etc. O dogma declara que Maria é “toda santa” por iniciativa soberana de Deus e nisso vemos o reflexo da santidade de Deus na história humana marcada pelo pecado e, além disso, uma realização exemplar da santidade à qual a Igreja é chamada é o início luminoso do mundo renovado que Deus, por meio do Cristo e na potência do Espírito.

“Aceitai, Senhor, o sacrifício de salvação que Vos oferecemos na solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria e, assim como acreditamos que, por vossa graça, ela foi isenta de toda a mancha, sejamos nós, por sua intercessão, livres de toda a culpa. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo”. (Oração sobre as Oblatas)

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM