Entrevista Pastoral – Novembro

Segundo o dicionário, ANÚNCIO é o ato de anunciar, de levar ao conhecimento do público um fato. Isso é realizado em nossa comunidade pelos padres na celebração da Santa Missa, mas também por um grupo de leigos que se reúne todas as segundas feiras para realizar o anúncio da Palavra. Na entrevista pastoral desse mês, conversamos com a Janilda e a Neide Maria, coordenadoras dos grupos de Oração que temos no Loreto, que são o Jesus Ressurgiu e Nossa Senhora de Loreto.

Logo no início, uma linda oração para que pudéssemos iniciar essa entrevista, aliás, nada se inicia nesses grupos se não for com as orações clamando a presença do Espírito Santo no meio de nós. E logo após se iniciou o nosso alegre e divertido bate papo que vocês poderão acompanhar.

O MENSAGEIRO: Depois dessa linda oração, vocês podem se apresentar e falar um pouco sobre os Grupos de Oração do Loreto.

Janilda: São dois grupos de oração. O mais antigo, Nossa Senhora de Loreto, que tem 39 anos (e comemorou seu aniversário na segunda feira, dia 24/11) e o da Tarde, com 35 anos, o Jesus Ressurgiu, todos os dois grupos se reúne as segundas feiras, sendo o Jesus Ressurgiu as 14h30 e o Nossa Senhora de Loreto as 20h30 – após a missa. É um trabalho da Renovação Carismática Católica, movimento da Igreja Católica Apostólica Romana. É bom dizer isso, porque as pessoas pensam muitas vezes que a renovação carismática é de fora da igreja, que fazemos as coisas do nosso modo e não é. Nós somos obedientes ao Pároco e devemos obediência ao Vicariato. Os grupos de oração da renovação carismática tem essa característica diferente, nós somos orientados pelo Vicariato da renovação carismática. Por isso que nós somos considerados movimentos, não pastoral, porque pastoral é orientada pelo pároco e os movimentos da renovação carismática são também orientados pelos dirigentes da renovação carismática de cada um dos vicariatos.

O MENSAGEIRO: Mas segue também a estrutura vicarial da Arquidiocese do Rio?

Janilda: Sim, em tudo. A primeira instância nossa é o pároco. É ele que determina quando, onde, se pode se não pode. As nossas determinações são do nosso pároco e nós o consideramos nosso dirigente espiritual porque é quem nos orienta em tudo. Agora tem essa diferença que as pessoas não entendem bem, basta dizer que o nosso diretor espiritual no vicariato é o Padre Sergio da Paróquia São Bartolomeu, do Itanhangá; um diretor espiritual arquidiocesano que é o Padre Antonio José, da Paroquia Nossa Senhora de Fátima no Méier, um diretor nacional que é Dom Taveira. Então a renovação carismática não é solta.

Neide: temos também o ICRIS – conselho internacional instalado no Vaticano e também o direcionamento do Papa Francisco. Não somos um movimento separado da igreja, somos membros, corpo da igreja como fala a Palavra “Tua igreja é um corpo, cada membro é diferente”.

Janilda: Chamam a gente de “os carismáticos”, mas devemos lembrar que somos católicos e que os grupos de oração seguem a doutrina da Igreja: somos participantes das Missas, a maioria dos membros das equipes participam da Missa diária, da Santa Comunhão, dos Sacramentos. São dizimistas das paróquias. Às vezes as pessoas tem uma imagem dos grupos de oração de que somos alienados, mas nós não somos.

O Mensageiro: Expliquem para os leitores, como funcionam os grupos e cada equipe de serviço.

Janilda: Já passaram muitos coordenadores pelos grupos ao longo desses anos. A estrutura dos grupos de oração é constituída por uma coordenação, mas ela não é solta ou sozinha. Tem um núcleo e além do núcleo tem uma equipe de serviço. As pessoas não veem o trabalho, mas tem o acolhimento, que é a coisa mais importante que tem que é a nossa Igreja aberta na segunda feira o dia todo. (na segunda feira que é folga dos padres, a igreja fica aberta graças às atividades dos dois grupos de oração e da Santa Missa).

O núcleo é responsável pelo direcionamento da reunião de oração. Porque o grupo de oração começa quando a reunião de oração termina. O forte do grupo é a reunião de oração, mas o grupo de oração não tem só aquelas duas horas de oração e acaba. Aí é que começa o nosso trabalho: Pastoreio, Visita ao enfermo, acolhimento, o carinho, pois elas receberam uma carta de parabéns pelo seu aniversário. E a valorização do paroquiano que muitas vezes é perdida no Loretão, pelo seu tamanho, mas no grupo de oração, ele é reconhecido pelo nome, cada um tem o seu crachá e buscamos decorar o nome de cada um. Hoje mesmo teve um caso desses, de uma senhora me olhando no meio da rua e eu me perguntando quem era, pois a rotatividade nos grupos também é grande. Às vezes as pessoas vêm doentes e são curadas com um abraço na porta da igreja. O abraço afetivo, o sentar, o conversar, com a pessoa que está vindo pela primeira vez à igreja, que chega chorando, ou que está vindo acender uma vela no cruzeiro (nossa paróquia não tem mais cruzeiro) e nisso você evangeliza, acolhe, elas entram no grupo de oração e não saem mais. As pessoas começam a amar a Santa Missa e os Sacramentos, muitas vezes através do grupo de oração.

Neide: Sim, muitos não conhecem a importância dos Sacramentos.

Janilda: Quantos casamentos já aconteceram de pessoas que não tinham o Sacramento e começaram a participar do grupo e nós indicamos os casais para a Santificação do Matrimônio e, vamos junto com eles. Primeira comunhão, Batismo… Preparei uma senhora para a primeira comunhão e ela tinha 80 anos e hoje ela pode morrer tranquila porque tem os Sacramentos.

Além disso, fazemos também o trabalho social, com as pessoas que precisam de compras, nós vamos a casa delas, levamos as compras, sem as pessoas saberem. O grupo da tarde já fez muitas visitas a orfanatos e atualmente mantemos um que já tem mais de vinte anos, que é o do enxoval para bebês. Um grupo de senhoras, dentro de nosso grupo de oração, se reúne na tarde das quartas feiras para costurar roupinhas de neném e atendem as comunidades carentes, as grávidas carentes dando enxoval do bebê. É parte do trabalho que fazemos, que as pessoas ao vê o grupo, mas não sabe o trabalho feito.

O MENSAGEIRO: Vocês tem alguma programação para os próximos meses?

Em janeiro já teremos a formação nacional. Nós temos a formação vicarial, arquidiocesana, estadual e em janeiro é nacional, que é o Encontro Nacional de Formação de Servos.

O MENSAGEIRO: E como é a estrutura do grupo de oração? O que faz os chamados núcleos?

Janilda: O núcleo se reúne para a moção, para a preparação do que será trabalhado no grupo de oração. Além do núcleo tem uma equipe de serviço que atende os ministérios. Um desses ministérios é o acolhimento.

Neide: As pessoas são formadas para servir ao povo de Deus no grupo de oração. O acolhimento, a intercessão, a música. E tem o núcleo que é formado por cada pessoa de cada ministério. Assim que se forma o núcleo.

Janilda: Um dos ministérios que eu acho importante nos grupos de oração é o aconselhamento. Você chega lá perdido, sem saber para onde vai e tem alguém que senta com você, que ora com você, conversa com você e a pessoa sai dali reconfortada e com um direcionamento a seguir, procurar um sacerdote. Tem o ministério de oração pelas pessoas que chegam, crianças que são levadas para que possamos rezar por elas. São vários ministérios. Tem o acolhimento, com o crachá que tem um grande trabalho e que você nem imagina. Tem o ministério do pastoreio que é importantíssimo, para as nossas ovelhas não se desgarrarem. E nisso tudo tem um coordenador que coordena o grupo, que põe ordem na casa. Um coordenador vai à frente e conduz os outros atrás. Não existe líder que não vai à frente, mandar e não fazer, não pode, nós fazemos tudo. Na semana da família tem muito trabalho, na noite da família, tem flores, tem procissão, tem a caixinha da intercessão. Toda semana temos as intercessões, as pessoas entregam seus pedidos e a equipe de intercessão se reúne uma vez por semana, duas horas no santíssimo, e reza por aqueles pedidos. Essas pessoas participam da Santa Missa, participam do grupo de oração e ainda oram por esses pedidos dessas pessoas.

Cada ministério tem um responsável, tem um responsável da intercessão, tem um responsável pela pregação, tem um responsável pela família, tem um responsável pela música. Cada um tem um responsável. As pessoas pensam que o grupo de oração é solto, mas não é. Só trabalha no grupo, só toca quem for do grupo de oração, senão não toca.

O MENSAGEIRO: E para participar do grupo?

Janilda: É só passar pela porta aberta. E receber um abraço na porta da entrada. Uma característica do grupo da tarde é que até entregadores de panfleto ou pessoas que trabalham em consultório, em loja, participam. Tem um rapaz que estava com problema com a filha, e ele trocou o horário do seu almoço para poder participar um pouco do grupo de oração e rezar pela filha.

O MENSAGEIRO: E para fazer parte da equipe?

Janilda: Aí pega (risos). Tem que ter os Sacramentos, que é uma condição importante, pessoa da Palavra, pessoa que participe da Eucaristia e pessoa de formação, pois não pode participar de uma equipe de oração se não tiver formação. Tem que ter passado pelo seminário de vida no Espírito, pela experiência de oração para poder participar.

Neide: Se pelo menos tiver os Sacramentos, já é um bom passo, pois aí podemos inserir as pessoas nas formações para servos.

Janilda: o grupo de oração é simples. Não existem letrados, não existem ilustres. Você não vai para a equipe porque é formado porque tem Mater Ecclesia. Você vai porque quer se abrir ao amor de Deus, a condição principal é essa.

Neide: outra coisa importante é que os grupos de oração não tiram férias, não tem tempo ruim, ele não deixa de ocorrer por conta do sol ou da chuva. Imagina se um irmão chega ali querendo tirar a vida e encontra a porta fechada. O único momento que estamos com a porta fechada é segunda feira de carnaval, pois temos o retiro Rio de Água Viva e os grupos de oração estão presentes. Toda a comunidade é convidada a participar e Dom Orani também está presente conosco.

Janilda: Como vamos tirar férias de Jesus, se Jesus não tira férias de nós, não é mesmo?

Neide: Grupo de oração tem uma identidade que é o batismo no Espírito Santo e a maior consequência disso é a conversão, a mudança de vida que é muito bonita.

Janilda: É a metanoia, a mudança de vida completa. Depois que você conhece Jesus, você não é a mesma pessoa, muda o seu modo de pensar. Nós estamos no mundo, mas não somos do mundo. A felicidade ela não precisa da bebida, da embriaguez para existir. A pessoa só precisa de Jesus no coração para ser feliz. Mas nós comemos, bebemos, os jovens namoram, nós dançamos, tiramos férias, viajamos, porque senão passamos a impressão de que não fazemos nada, de que somos extraterrestres. Porque onde Jesus está, é onde eu posso ir, o programa de televisão que Jesus assistiria, é o que eu posso ver, onde Jesus participaria, eu participo a revista que Jesus leria, eu posso ler. Nós fazemos tudo isso. Os carismáticos, como somos chamados, podem fazer tudo, desde que Jesus também esteja junto. A relação é essa: Se Jesus estiver, puder, é o que eu faço, eu posso.

 

A entrevista completa está em: www.loreto.org.br

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais