Entrevista Pastoral – Mai2017

 

EJC – Encontro de Jovens com Cristo

 
               Esse mês dedicamos tempo para uma conversa com a coordenação do EJC. Como sabemos que existem muitas dúvidas a respeito do trabalho e organização do movimento, buscamos o máximo de informações para que jovens interessados em fazer parte do grupo, possam entender um pouco da sua dinâmica.

 

1 – Em primeiro lugar, queremos conhecer vocês: quem são e quando fizeram o EJC? 

 

Somos três coordenadores: Caroline Zanotta, Vitor de Figueiredo e Vivian Belém.

– Carol, 24 anos, profissional de relações publicas. Fez o 33° EJC, em 2015, já havia participado do EAC na adolescência, porém nunca esteve tão envolvida com a igreja como está desde que fez o EJC. 

– Vitor, 26 anos, formado em engenharia de produção, atua no setor bancário. Fez o 33° EJC, em 2015. Possui caminhada na igreja toda a sua vida, é paroquiano do Loreto desde que se entende por gente, foi dirigente de montagem no EAC. Fez crisma em 2014.

– Vivian, 30 anos, psicóloga, atua em clínica e área educacional. Fez o 32° EJC, em 2014. Fez crisma em 2003 no Loreto, se afastou e retornou a vida cristã através do EJC. Desde então, está envolvida com o movimento e a paróquia.

 

2 – O EJC é um grupo de bastante expressão dentro da comunidade, porém mesmo com mais de 30 anos no Loreto, nem sempre foi assim. O que, na opinião de vocês, propiciou esse crescimento e engajamento nas atividades da comunidade?

 

Acreditamos que essa mudança ocorreu principalmente pela percepção das últimas coordenações, que entenderam a importância da presença do EJC na comunidade paroquial, transmitindo essas ideias para os membros, que buscaram aumentar ainda mais essa integração. O EJC só consegue atingir sua missão evangelizadora quando participa ativamente da paróquia.

 

3 – Soubemos que o movimento está elaborando um estatuto. Essa preocupação tem relação com o crescente número de paróquias que estão implantando o EJC?

 

Nosso estatuto ainda está em fase desenvolvimento. É muito trabalhoso, mas estamos conseguindo caminhar, mesmo que lentamente. Realizamos reuniões periódicas, com a participação de todos os atuais e antigos coordenadores e temos a supervisão do nosso Diretor Espiritual, Padre Luiz Antonio.

Buscamos ser fiéis aos objetivos do movimento e a forma de organizar os encontros e pós-encontros. Atualmente temos o EJC neste formato em cinco paróquias (incluindo Loreto) e nossa iniciativa será importante para mantermos uma unidade natural de qualquer movimento leigo, na Igreja.

 

4 – Como está sendo esse trabalho do estatuto e como tem sido a experiência de levar o encontro para outras paróquias?

 

Tem sido gratificante, apesar de termos muito trabalho, o estatuto é muito importante para o movimento ganhar forma e manter sua tradição. Quanto aos novos EJC´s, é interessante poder participar destes momentos, quanto mais conseguirmos evangelizar através do EJC, mais saberemos que o nosso serviço tem rendido frutos para Deus, e esta é a nossa principal missão. Além disso, não basta somente levar o EJC para as paróquias, mas apoiarmos o novo EJC. Buscamos manter o EJC com a visão de família que ele é, interagindo e integrando todos os membros, independente de Paróquia.

 

5 – Muitos falam da dificuldade em fazer o EJC. Isso é verdade? Quando abrem as inscrições e quem pode fazer as inscrições para o EJC?

 

O EJC é realizado uma vez ao ano. Essa é a forma de ingresso para o grupo, e por realizarmos o encontro em uma casa de retiro, onde passamos o final de semana, temos um limite em relação à quantidade de pessoas participantes. Porém, ao longo dos anos, temos buscado chamar o máximo de pessoas possível. E com a distribuição do EJC em outras quatro paróquias, houve um aumento de vagas para o ingresso de jovens no movimento em seu próprio bairro e paróquia de origem.

Assim sendo, esperamos conseguir atender a demanda dos inscritos para os próximos EJC´s no Loreto.

Iremos abrir as inscrições em Junho de 2017, para o 35° EJC. Estão aptos a fazer a inscrição, jovens de 18 a 29 anos, que não vivam uma vida matrimonial.

 

6 – O que acontece depois do encontro? O que vocês fazem para manter os jovens motivados?

 

Após o encontro temos atividades dominicais, que em sua maioria são realizadas na paróquia. Nelas procuramos abordar temas que contribuam para a formação e espiritualidade dos membros do grupo. Além disso, realizamos atividades externas, momentos de adoração, Gestos Concretos, momentos de aprofundamento da palavra, e o CFL – Curso de Formação de Líderes. O EJC está sempre em movimento, se adaptando as necessidades da paróquia e do grupo. Tudo que é feito no EJC, é criado, elaborado e idealizado por seus membros, e isso faz com que cada um tenha a responsabilidade com o desenvolvimento e crescimento do EJC.

 

7 – Quais são as maiores dificuldades encontradas por vocês? Se quiserem abordar algum assunto que não está diretamente nas perguntas acima, fiquem a vontade.

 

O principal desafio no EJC é o jovem encontrar um equilíbrio entre trabalho, estudo, e a participação ativa no grupo. Entendemos que cada membro tem os seus objetivos pessoais e ainda assim buscam estar presente participando do movimento. Nós também, trabalhamos e estudamos e buscamos esse equilíbrio, no entanto, participar do EJC, tem sido gratificante e engrandecedor. Por isso, cada desafio e obstáculo nos dá força para seguir no caminho de serviço a Cristo.

Entrevista: Thiago Santos – Pascom

 

EJC na JDJ 2017
 

          No dia 8 de abril de 2017, o EJC Loreto participou da JDJ (Jornada Diocesana da Juventude) que é organizada pela arquidiocese do Rio de janeiro. A concentração dos jovens aconteceu em frente à Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro com a benção dos ramos e a preparação para a procissão que foi da catedral metropolitana até a igreja da Candelária, onde aconteceu a missa de encerramento da JDJ que foi presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro Dom Orani João Tempesta.

               Cerca de 200 jovens participaram da procissão seguindo o carro de som onde havia uma banda cantando musicas e louvando ao Senhor Jesus Cristo junto com os jovens que estavam participando do evento.

              

 

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM