Entrevista Pastoral – Curso da Palavra

Vivemos hoje o auge da era digital e uma supervalorização da matéria em detrimento da essência. Atropelando todos os limites da intimidade, esvaziamos a nossa natureza em prol da vaidade e cegamos o nosso olhar para o que está a nossa volta, com a desculpa ilusória de uma praticidade de vida plena e feliz. Por isso, hoje nós viemos falar de um alimento para o espírito, mais do que isso, de um propósito de vida.

Um curso, uma proposta, um único propósito. Porém, com públicos diferentes e realidades distintas. Dessa forma, podemos traduzir o curso da palavra no Loreto. As aulas são oferecidas em dois horários, coordenadas por Maria Lucia e Sandra Barbosa.   Mas, enquanto um turno avança, perseverando na caminhada, o outro, declina em meio às adversidades, vivendo um momento muito difícil.

Na edição desse mês, elas nos contaram um pouco sobre a missão de evangelizar e da rotina que vivenciam como coordenadoras do curso, assim como as suas maiores dificuldades e alegrias. Sandra Barbosa, que desde 2000 faz parte do grupo, atualmente é coordenadora no turno da noite, e Maria Lucia Costa, que entrou no curso em 2008 está coordenando a turma da tarde.

Diante de um tema tão especial, medite, inquiete a sua alma e se pergunte: Qual o sentido da sua vida?

 

1 – Falem um pouco do Curso da Palavra. Qual a sua importância para a comunidade?

Maria Lucia: O curso da palavra fala da Palavra de Deus. Iniciamos de forma bem simples, colocando as palavras com bastante facilidade para que tenham um bom entendimento. Aprendemos a folhear a Bíblia e a encontrar os livros e versículos. Achamos mais fácil começar já falando dos Evangelhos, facilitando assim o entendimento. No decorrer do ano, os estudos são divididos por etapas e em cada semana falamos de um tema. A primeira etapa é mais ou menos um apanhado do que é a Bíblia, para quem ela fala, quantos livros ela tem, quantos são do antigo testamento e quantos são do novo. E dessa forma damos seguimento ao restante dos estudos. Estudamos muito, pesquisamos, procuramos conhecer ainda mais toda história, para poder passar para eles, e isso também nos enriquece muito. Expomos tudo de uma forma bem amena, de modo a fazer com que o grupo tenha interesse em querer conhecer cada vez mais.

Sandra: O curso da palavra não é um simples curso, nem apenas um grupo religioso, mas um processo de evangelização a partir de uma vida comunitária. Estamos vivendo o “ide a todos os lugares e evangelizai”. E poder levar a Palavra de Deus a todos que tem fome e sede de Cristo, tocando cada coração com as reflexões que o curso se propõe, é maravilhoso! A metodologia é clara e simples, baseada nos ensinamentos do padre Alfonso Pastore.

 

2 – Qual o tempo de duração do curso? Além do estudo da Palavra, existe alguma outra atividade paralela?

Maria Lucia: O Curso da palavra tem duração de 9 meses. Ele inicia em março e termina em novembro. Temos a acolhida da chegada, explanação, aprofundamento, e um debate que busca respostas acerca do que foi dito. Dá-se um fechamento para aquela tarde e é feito um pequeno lanche. Na última 5º do mês nós temos uma adoração ao Santíssimo na paróquia, e com bolo, cartão e parabéns, finalizamos a tarde comemorando os aniversariantes do mês. Uma gentileza importante com os participantes do grupo. Em dezembro, fazemos o amigo oculto, uma homenagem a Nossa Senhora, a missa e um jantar de encerramento. No ano passado foi diferente, pois decidimos fazer uma viajem para a Canção Nova. Foi uma programação tão especial e enriquecedora que estamos planejando repetir esse ano.

Buscamos ir além da Palavra, estamos sempre participando de obras sociais em orfanatos, asilos e nos movimentos dentro da paróquia, como na pastoral da ação social. Sempre estimulando o engajamento em projetos de caridade, para que eles se sintam inseridos e úteis na comunidade. E a resposta é muito positiva, pois participam e curtem muito!

Sandra: Seguimos os mesmos procedimentos que o turno da tarde, procurando sempre seguir a premissa da vivência em comunidade.

 

3 – Quantas pessoas compõem o grupo? Acontecem desistências ao longo do curso?

Maria Lucia: Infelizmente muitos inscritos abandonam, não sei se eles têm uma ideia diferente do curso ou seriam outros motivos que desconhecemos. Mas, esse ano, eu enviei e-mail para todas as pessoas que haviam se inscrito em outras épocas, e que não tinham comparecido, convidando-as para que retornassem. Muitos são os motivos dados por quem desiste, mas buscamos sempre encorajá-los a voltar. E para os que continuamos, nós buscamos incentivá-los sempre, colocando a todo instante como o Senhor está feliz com a perseverança deles. Atualmente nós temos em torno de 13 pessoas. Com o privilégio de termos um homem e uma jovem no grupo. Alguns estão fazendo novamente o curso por desejo próprio, e nós brincamos com essa situação dizendo que não passaram de ano.

Sandra: Infelizmente temos vivido uma situação muito difícil, no turno da noite. No início do ano recebemos de cerca de 15 inscrições. No primeiro dia do curso só comparecem uns 8 ou 10, e ao longo dos meses estes também foram desistindo. Hoje, somente duas pessoas participam. Sabemos que o público da noite muitas vezes chega cansado do trabalho, às vezes por conta de um dia difícil que precisou enfrentar. A verdade é que muitos empecilhos se colocam em nosso caminho, nos desanimando, mas precisamos ser fortes e entender que a nossa alma precisa de um alimento para justamente podermos encarar todas as adversidades. Não dá para viver sem um propósito, precisamos ser fortes e perseverar.

4 – Atualmente existe alguma dificuldade no curso da palavra? Acham que ele necessita de divulgação?

Maria Lucia: A palavra certa não seria dificuldade, mas nós pedimos ao padre Sebastião se poderíamos ter um seminarista conosco nos encontros, para nos dar um suporte em alguns momentos, e ele nos enviou o André, que, infelizmente, precisou se afastar. Porém, eu sempre encontro apoio no padre Sebastião. Em qualquer assunto que eu tenha dificuldade, ele me esclarece. O curso tem um livro e umas folhinhas que nós seguimos, a questão é colocar aquilo em prática, mas não tem mistério, é uma coisa fácil de entender e passar para as pessoas.

Em relação à divulgação, em nossas reuniões no início do mês é colocada a necessidade de uma ampla divulgação entre as pastorais. E no fim do ano distribuímos um folheto com uma propaganda do curso. Nesse período o padre também fala nos avisos da missa, além do convite que sai na revista O Mensageiro e a propaganda boca a boca, que é fundamental. Sempre pedimos para as pessoas que estão fazendo o curso, que convidem outros amigos. Não sei se haveria outra forma de divulgação, mas certamente seria bem-vinda.

Sandra: Como disse, o turno da noite enfrenta uma fase difícil. Não queria que o curso da noite acabasse, mas isso foi cogitado algumas vezes. O Curso foi a minha escola bíblica, onde conheci a Palavra de Deus. E poderia ser da mesma forma para outras pessoas. Acho que há pouca divulgação por parte da igreja.

 

5 – Como fazer para entrar para o Curso da Palavra? Falem dos dias e horários.

Maria Lucia: O turno da tarde acontece toda 5º feira, das 15:00 às 17:00h. Quem quiser entrar agora, no meio do ano, será muito bem-vindo, mas parte do conteúdo já foi dado. Porém, se quiserem vir para sentir como funciona e conhecer a turma, será muito bom. E em fevereiro, sempre após as missas, a equipe recebe as inscrições para o ano em curso. Mas, quem não conseguiu se inscrever, também pode comparecer no dia do curso que nós fazemos a inscrição na hora.

Sandra: O turno da noite acontece toda 5° feira, das 20 às 22 horas, na sala 3 da escolinha da catequese. A participação é muito simples, é só chegar que será muito bem-vindo. A cada semana refletimos um tema diferente, por isso nada impede de comparecer, mesmo faltando uma semana ou um mês.

 

6 – Podem deixar uma mensagem final para a nossa comunidade?

Maria Lucia: Nós só amamos aquilo que conhecemos. Muitas vezes nos dizemos católicos, mas não temos conhecimento de toda plenitude e abrangência dessa palavra. Dessa forma, podemos conhecer mais e transmitir a missão de evangelizar, como nos pede a nossa Diocese, como verdadeiros missionário de Deus. O nosso curso é fortalecido pela fé de cada um, que vem em busca de conhecimento, de uma proximidade maior com Deus. Precisamos aprender a viver em comunidade, pois através dela exercitamos nossa tolerância, cumplicidade, aprendizagem e respeito para com as diferenças e limites do irmão. E aqui, nós trabalhamos muito isso, o viver em comunidade. Aqui todos são tratados com muito carinho e o pouco que sabemos é compartilhado com muito apreço. É prazeroso demais descobrir esse olhar de conhecimento nas pessoas, e o despertar deles para a participação em outros movimentos cristãos.

Deixo aqui um convite para que vocês venham conhecer o Curso, que é extremamente enriquecedor. Através dele você desperta para a necessidade de conhecimento, para o desejo de questionar, trocar e aprender cada vez mais. As pastorais, assim como outros movimentos na paróquia necessitam muito de pessoas que possam se integrar. Muitos motivos vão surgir para nos fazer desistir, antes mesmo de tentarmos, mas juntos podemos perseverar!
Sandra: Sempre a tempo de buscar um propósito maior, se você quer conhecer um pouco mais da Palavra de Deus, venha nos conhecer, participar conosco dos encontros, a graça de Deus pode transformar sua vida em comunidade. Nunca é tarde para recomeçar, questionar e debater. O importante é dar o primeiro passo. Hoje, existe uma dificuldade muito grande em nos comprometermos com a espiritualidade, com Deus, mas necessitamos disso para viver, para enfrentar a caminhada que muitas vezes é árdua. Sejamos missionários do amor e que essa caminhada aumente e fortaleça ainda mais a nossa fé em Deus, nos permitindo perseverar e não desistir. Que Deus abençoe a minha comunidade.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM