Entrevista Pastoral – Catequese

“Por que eu tenho que fazer catequese? Você vai à aula de catequese para conhecer melhor Jesus. Quando temos um amigo, gostamos de conhecê-lo melhor, conhecer sua família, sua vida. E isso é bom. O catecismo ajuda a conhecer nosso amigo Jesus”. Essa foi uma das perguntas selecionadas para o livro “Dear Pope Francis“ (Querido Papa Francisco, em tradução para a Língua Portuguesa), onde o nosso querido Chico, de forma genuína e descontraída, responde às perguntas de crianças de vários países do mundo. A iniciativa do Papa nos inspirou a tentar ajudar outros adultos e crianças, a saber um pouco mais sobre a catequese.

 

Fomos então conhecer a maravilhosa missão que as irmãzinhas de Belém realizam junto a paróquia Nossa Senhora de Loreto. Foi com sabedoria e simplicidade que nossas queridas Irmãs Luzia e Cristina responderam às nossas perguntas. Falamos também com duas catequistas: Ana Carolina Romariz há 12 anos na catequese, responsável pela reunião com os pais e Maria Gracilha de Souza, há 15 anos na catequese, responsável pelos Círculos Bíblicos.

 

Há quanto tempo as Ir. de Belém são responsáveis pela catequese no Loreto?

A catequese na Paróquia Nossa Senhora de Loreto é coordenada palas Irmãs de Belém desde 1965, quando o Padre Tarcísio pediu a nossa mãe fundadora, Madre Maria Helena Cavalcanti, uma ajuda nesta pastoral.

 

Como é viver essa experiência?

“Ser catequista é uma vocação e uma missão.”

(DAIC 29)

Ajudar nossos catequistas, dando formação e coordenando as atividades em sintonia com as orientações do Magistério da Igreja e as orientações que recebemos de nossa querida Mãezinha (Madre Maria Helena Cavalcanti) é uma tarefa que exige amor e fidelidade. Contamos com a ajuda valiosa dos coordenadores dos grupos (Pré-Catecumenato, Catecumenato, Perseverança, Juvenil, Catequese Especial, Círculo Bíblico e Reunião com os Responsáveis) e dos núcleos (catequeses que acontecem fora da Matriz), trabalhando de forma integrada e utilizando a metodologia adequada para cada grupo.

“O trabalho é o amor em ação.”

(Madre Maria Helena Cavalcanti)

 

Como é a orientação para a catequese de crianças na nossa arquidiocese?

Tendo em vista o objetivo da Iniciação Cristã: “Despertar ou amadurecer a fé inicial e educar a pessoa como verdadeira discípula de Cristo”, acolhemos as crianças de 4 a 7 anos no pré-catecumenato infantil, tempo de introdução à vida comunitária e à descoberta da presença amorosa de Deus em suas vidas; as crianças de 8 a 14 anos poderão ser admitidas à iniciação ao Batismo e Eucaristia.

Em nossa paróquia temos também as turmas de Juvenil para os pré-adolescentes dos 11 aos 14 anos.

Para proporcionar o Encontro com Jesus Cristo e a valorização da Comunidade é fundamental o envolvimento da família, que participa não apenas das missas dominicais, mas também dos encontros, dos círculos bíblicos, das reuniões mensais, retiros e outros eventos paroquiais.

Contamos também com a ajuda da coordenação da Iniciação Cristã de Jovens e Adultos, na preparação dos pais e parentes ainda não batizados ou que ainda não completaram a iniciação (Primeira comunhão ou Crisma) e da Pastoral do Batismo, na preparação dos responsáveis e padrinhos das crianças não batizadas.

“O lar cristão é o lugar que os filhos recebem o primeiro anúncio da fé.”

(CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA 1666)

 

Há um planejamento do conteúdo a ser ensinado às crianças nesse tempo de preparação?

Sim. A Bíblia é o LIVRO por excelência da catequese. JESUS CRISTO é centro de toda a nossa ação pastoral e todos os encontros são preparados tendo uma fundamentação bíblica. Mas os livros da Arquidiocese são nossos manuais para ajudar a conduzir as catequeses semanais ao encontro com Jesus Cristo.

 

Atualmente quantas crianças participam da catequese?

Ainda estamos recebendo crianças e adolescentes em alguns núcleos: Congregação Nossa Senhora de Belém, Educandário Nossa Senhora do Amparo, Instituto Nossa Senhora da Piedade e Colégio Bahiense. Por isso não fizemos a estatística de 2016. Mas, em média, temos 1.000 crianças a cada ano.

 

Como a catequese está organizada no Loreto?

5ª feira:  Manhã – 08:30h / Tarde – 15:30h

Sábado:  Manhã – 08:30h / Tarde – 16:30h

Domingo: 10:00h

 

Temos catequese em outros locais, como capelas, condomínios e colégios?

Além das turmas existentes na matriz, há também outros núcleos: Condomínio Independência, Instituto Nossa Senhora da Piedade, Educandário Nossa Senhora do Amparo, Colégio Santo Antônio, Colégio Bahiense e Congregação de Nossa Senhora de Belém

 

Quantas crianças fazem a 1a Comunhão todos os anos?

São em média 400 crianças por ano.

 

Qual a função de um catequista e quantos são no total?

O catequista possui a nobre missão de educar na fé cristã, evangelizando através da palavra de Deus. Temos 100 catequistas da Iniciação Cristã de Infância e Adolescência.

 

Existe alguma intenção de implantação da catequese no alto da Tirol? Como a comunidade poderia ajudar?

Será uma alegria ter mais um núcleo e poder chegar mais perto das nossas famílias! A comunidade pode ajudar com as orações e com o espaço para as catequeses semanais.

 

O que é preciso para uma pessoa se candidatar a ser catequista? Há pré-requisito?

“O sentido profundo a compreensão do que significa catequese está justamente aí, os apóstolos não são repetidores tão somente do que o Divino Mestre ensinou, mas discípulos que testemunham com a própria vida seus ensinamentos.”

(Madre Maria Helena Cavalcanti)

 

Para ser catequista é preciso ter VOCAÇÃO!

Nossos catequistas participam da Jornada Catequética em nosso Vicariato e dos eventos Arquidiocesanos: Cursos, retiros, seminários e congressos (catequistas que representam a Paróquia e repassam para o grupo as orientações)

Em nossa Paróquia temos a cada mês a “Escola Catequética” – formação orientada pelo Regional Leste 1.

“A santidade é uma resposta”.

(Madre Maria Helena Cavalcanti)

 

Nossa conversa com as catequistas foi descontraída. Conhecer as dificuldades e desafios enfrentados ano após ano, por leigos e leigas que se dedicam a esse fascinante trabalho pastoral, foi também muito enriquecedor.

Ana Carolina contou que sempre gostou de ir às aulas de catequese, mas lembrou que também recebia um incentivo de seu padrinho ‘Só vai para a piscina depois da catequese’. Esse era um bom motivo para frequentar o catecismo pelas manhãs.

Sobre a rotina como catequista, Ana nos disse que durante as aulas com as crianças, é realizado um círculo bíblico com os pais para incentivar a evangelização, paralelo a isso, uma vez por mês é feita uma reunião geral de catequistas com as irmãs de Nossa Senhora de Belém, que lideram a catequese feita na paróquia.

Ana ressalta a importância dos pais levarem os filhos para a catequese, ainda que no começo seja apenas para receber a primeira comunhão.  Ela ressalta que os dois anos e meio de convivência resulta em boas conversões dos pais. “muitos pais passam a frequentar a igreja por trazerem seus filhos aos finais de semana.  Minha mãe, inclusive se converteu após o meu retiro para a primeira eucaristia”.

Infelizmente algumas crianças não conseguem fazer a primeira comunhão. Romariz atribui essas desistências à culpa dos pais que acabam por não levar as crianças às aulas e missas. “São todas crianças e não conseguem se deslocar sozinhas. É importante que o responsável colabore”.

Gracilha nos contou que “O Círculo Bíblico é mais um encontro de amigos que temos semanalmente no horário da catequese”. – Procuramos dar subsídios, ou seja, dar suporte a todos os pais que participam desses encontros, para que fiquem mais por dentro da nossa doutrina. Seguimos uma programação atendendo o Calendário do Ano Litúrgico, acompanhando todas as festividades da Igreja, levando-os a conhecer melhor toda a riqueza e importância da Liturgia, conscientizando os pais da vida da Igreja. Também, partilhamos a Palavra de Deus, oramos, trocamos experiências com relação à educação familiar e tiramos as dúvidas, quando surgem.

Continuou dizendo que  – Para uma catequese ser bem feita, as crianças precisam do incentivo dos pais, como em todos setores da vida e com certeza vão contar com os pais, que são os primeiros catequistas, que devem promover e alimentar a vida cristã, no seio da família. É importante para nós catequistas, para os pais e para as crianças, estarmos juntos, unidos nesta caminhada, nessa inteiração. Assim, vamos passar uma formação religiosa mais firme, para nossas crianças. Contamos com os pais, para um abraço maior à nossa fé e a essa vivência em Cristo. È muito bom servir ao Senhor na Catequese. É tudo feito com amor e dedicação. Colocamo-nos a disposição dos pais e estamos no CB querendo fazer o melhor, por amor a Jesus. Tenho observado nos pais que participam do Círculo Bíblico, interesse pela Catequese, a necessidade de querer buscar mais conhecimentos e sede das coisas de Deus. Eles acolhem bem a nossa programação.

Quando perguntamos qual o argumento que ela teria para convidar as pessoas a ingressarem na pastoral, ela disse que “A maior obra de misericórdia é a salvação da alma”. E concluiu:

“Sabemos que a preparação para a vida profissional é essencial nos dias de hoje, porém a alma é que sobrevive na eternidade e o incentivo ao desenvolvimento da fé é primordial na vida do cristão, pois um católico pautado nos exemplos de Jesus e rico das coisas de Deus,  poderá  superar grande parte dos maus caminhos e más influências que se propagam no mundo atual. Temos necessidade, como filhos de Deus que somos, de evangelizar, atendendo ao chamado de Jesus. Acreditamos que Deus não chama os capacitados, mas capacita os escolhidos.

Pedimos a Deus que nos abençoe a todos nessa missão que Ele nos confiou na educação dessas crianças e sempre nos lembremos, que mais importante que as palavras é o exemplo a ser deixado para cada uma delas.

 

Entrevista: Luciana Magalhães, Philipe Rabelo e Ana Carolina

Pascom Loreto

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM