Editorial – Jan2018

Querido paroquiano, prezado leitor.

Feliz e abençoado Ano Novo! Com estes votos quero marcar o início de mais um ano a ser vivido como o tempo do Senhor. Será oportunidade para sentir sempre a presença do Deus salvador que recebemos no Natal. É tão importante que essa presença não seja experimentada somente nas festas do fim do ano. Os grandes apelos do dia mundial da Paz, contidas na Mensagem do Papa Francisco, devem nortear o agir dos fiéis para que haja paz no mundo. O que impressiona é o número dos migrantes, foco da mensagem deste ano. No mundo são mais de 250 milhões os migrantes e, dentre eles 22,5 milhões os refugiados. E estão em todos os lugares da terra, procurando um lugar para viver em paz. “Estamos cientes de que não basta abrir os corações para o sofrimento deles. Há muito que fazer antes de os nossos irmãos e irmãs poderem voltar a viver em paz.” E o Papa deixa quatro marcos para a ação: acolher, proteger, promover e integrar os refugiados e migrantes. Dessa forma, o Papa se une aos Pactos Globais a serem aprovados pelas Nações Unidas para a implementação desses quatro verbos nas políticas públicas e também na conduta e ação das comunidades cristãs.

Dia primeiro de janeiro é o dia escolhido pelo calendário litúrgico para celebrar Nossa Senhora com o seu título mais significativo: Mãe de Deus. Esta solenidade surgiu na Liturgia depois do Concílio Vaticano II, mas este título foi proclamado como verdade de fé pelo Concílio de Éfeso em 431. Nosso Santuário celebra assim mais uma data mariana, a do mais importante título de Nossa Senhora.

Os Bispos do Brasil proclamaram 2018 o “Ano do Laicato”. Conforme o documento Lumen Gentium do Vaticano II, o lugar do leigo é o mundo, em todas as profissões e trabalhos, na vida familiar e social, na trama de sua existência. Explica o papa Paulo VI: “Sua tarefa é (…) o vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também o da cultura, das ciências e das artes, da vida internacional, dos ‘mass media’ e, ainda outras realidades abertas à Evangelização, como sejam o amor, a família, a educação das crianças e dos adolescentes, o trabalho profissional e o sofrimento.” (Evangelii Nuntiandi, 70) Enorme trabalho, mas que é confiado aos leigos, a imensa maioria do povo de Deus.

Nesse dia 6 de janeiro lembramos agradecidos a chegada, em 1921, dos Barnabitas à nossa paróquia. Nesses 97 anos queremos agradecer a Deus pelo trabalho, dedicação e testemunho de tantos padres e irmãos barnabitas.

Maria, Mãe da Igreja, rogai por nós.

P. Sebastião Noronha Cintra, pároco.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM