Delegação do Reino Unido em Betânia

A ASAB, mais conhecida por nós como Casa de Betania, recebeu uma delegação do Reino Unido em intercâmbio cultural sobre arte, cultura e população de rua.

O programa “With One Voice” é um legado das Olimpíadas de Londres de 2012, em que ONG’s, instituições e grupos que trabalham com arte/população de rua no Reino Unido se apresentam em eventos com plataforma oficial, promovendo uma interação com moradores de rua no Royal Opera House, durante os jogos na cidade. Um dos organizadores do evento, Matt Peacock, fundador da Streetwise Opera, juntamente com a ONG Britânica People’s Palace Projects, sinalizou o Comitê Rio acerca do desejo de dar continuidade a este projeto, desenvolvendo um evento oficial para as olimpíadas culturais do Rio 2016.

O ponto de partida para esse diálogo aconteceu em nossa cidade, que durante os dias 11, 12 e 13 de novembro recebeu a delegação Inglesa e foi palco do seminário Internacional “Meeting Brasil + Reino Unido: Arte, cultura e população de rua”, que reuniu importantes nomes do Brasil e do Reino Unido.

Nos dias que transcorreram o evento, a delegação visitou algumas instituições que trabalham com ressocialização de moradores de rua através da arte, entre elas, a Associação Solidários Amigos de Betânia. Lá puderam conhecer um pouco da trajetória da instituição, que ao longo dos seus 15 anos desenvolve um lindo trabalho com ex-moradores de rua. E nós, da revista “O Mensageiro”, estivemos presentes nesse importante acontecimento, acompanhando e registrando bem de perto todo esse maravilhoso projeto, que uniu brasileiros e britânicos em um maravilhoso intercâmbio da solidariedade. E mais uma vez, a grande família solidária da Ir. Elci Zerma, se uniu e se engajou, em nome do amor e em prol da nossa população de rua.

Peter Churchill, diretor musical e regente do coral ‘The Choir With No Name”, que desenvolve em Londres um lindo trabalho voltado para população à margem da sociedade, utilizando música como ferramenta para desenvolvimento da autoestima, confiança e senso de comunidade, chegou ao Rio de Janeiro um dia antes do evento para uma oficina com os acolhidos da ASAB. Durante esse dia os rapazes puderam vivenciar a incrível oportunidade de entoar suas vozes ao som de oportunas músicas como “All you need is love” e “Stand by me”, trazendo para suas realidades de vida uma experiência inesquecível e enriquecedora, na qual sentiram-se felizes, importantes e valorizados.

No primeiro dia de evento, os meninos de Betânia, treinados pelo coreógrafo Tikin Alves, nos apresentaram uma dança de rua com performance de verdadeiros artistas, no melhor estilo do hip hop. Além da encenação de uma peça de teatro e um coral encantador, realizado com muito amor e dedicação por eles e seu educador social Rico Branco, tendo como plateia animados integrantes de ONGs britânicas.

A apresentação do coral contagiou a todos, em especial os ingleses, que se inquietaram levantando-se de suas cadeiras e sambando alegres ao som de “Aquarela do Brasil”, em uma clara manifestação de admiração pelas nossas expressões culturais. Naquele momento, brasileiros e Britânicos entoaram uma só voz, universal e homogênea, ecoando à esperança de um futuro promissor, que toda essa troca de cultura e conhecimento vem galgar para as olimpíadas de 2016.

No segundo dia de evento, a ASAB recebeu em sua sede representante de várias organizações para participarem de um dos seus workshops, “Construção de corais e formação de regentes”, com Instituições que trabalham com população de rua, no Rio e em outros Municípios. Além da explanação do britânico Peter sobre a implementação de um coral, houve ali, naquela pequena e acolhedora sala de Betânia, uma troca de culturas que ultrapassou qualquer barreira de idioma. Um diálogo harmonioso que teve como ponto de partida a música. Cantamos, nos conhecemos melhor e vivenciamos uma aprendizagem mútua, que assim como com os acolhidos de Betânia, mexeu com nossos sentimentos.

No terceiro e último dia do evento, aconteceu no MAM o seminário promovido pela prefeitura, que contou com representantes dos Jogos olímpicos de 2016 e de ONGs. Na circunstância o vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, da cidade do Rio de Janeiro, Adilson Pires, homenageou a ASAB-Betânia com um quadro de arte recebido de Davi, um morador de rua de Londres. O evento transcorreu durante todo o dia, com um diálogo acerca da atual realidade da população em situação de rua, exibindo programas sociais dos brasileiros e ingleses, manifestações artísticas, a importância da arte e da cultura como instrumentos de transformação social e novas ideias de políticas públicas a serem implementadas.

Mas, em meio ao planejado cenário de ordem e organização, a hierarquia calou-se diante de uma só voz, um surpreendente e corajoso grito de liberdade, que fugindo completamente dos scripts e diante dos olhares e feches curiosos de uma pluralidade de nações, não passou em branco. E ele nos indagava a todos: Aonde estão eles, meus companheiros e moradores de rua, os donos dessa festa?

Enfim, ditas algumas verdades, os ruídos assentaram-se e nós nos despedimos com a imagem genuína e alegre dos meninos de Betânia, que depois de bela apresentação, jogavam o carismático regente inglês para o alto, gritando seu nome, do seu educador Rico Branco e da querida Ir. Elci, em uma explicita manifestação de felicidade vivida por eles, talvez, como nunca antes em suas vidas.

Que esses dias não tenham sido em vão, que não tenha sido um evento “só para inglês ver”, que a caminhada daqueles que vivem triste realidade social seja levada a sério pelas autoridades, que a faísca de esperança plantada nos corações dos que vivenciaram estes dias não se apague, e que a gente não se cale, ao contrário, que cobremos resultados e façamos a nossa parte. Afinal, onde estão os donos dessa festa?

Luciana Magalhães – Pascom Loreto

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais