Como são belos os pés do Mensageiro…

A JMJ Rio 2013 foi só o início. O Papa Francisco vem com determinação cumprindo uma exaustiva agenda de visita a diversos países do mundo, levando a Boa Nova aos povos, muitas vezes enfraquecidos na fé, abandonados pelo poder público ou sofridos com as consequências de tragédias vividas nos últimos tempos, como foi o caso do naufrágio na Coreia, que aconteceu um mês antes da sua chegada àquele país.

Francisco anuncia o amor de Deus incansavelmente a todos. Contidos nesta mensagem, apresenta a necessidade da união e empenho dos povos e governos em favor dos mais fracos, dos pobres, das crianças, dos imigrantes etc. Sua luta em levar uma mensagem de esperança e paz a todas às pessoas, movimenta e arrasta multidões ao seu encontro.

 

Fizemos um breve resumo das suas viagens mais recentes para recordarmos com alegria cada passo dado por aquele que é o mensageiro da paz, no anúncio do Cristo.

 

Terra Santa – Com o tema “Que todos sejam um”, Francisco realizou a visita apostólica a Terra Santa em maio de 2014, acompanhado mais de perto, por dois amigos: um rabino e um religioso muçulmano.

Paz na Síria: “Cessem as violências e seja respeitado o direito humanitário, garantindo a necessária assistência à população que sofre! Todos ponham de parte a pretensão de deixar às armas a solução dos problemas e voltem ao caminho das negociações”. Disse Francisco aos refugiados que estão na Jordânia, originários da Síria e Iraque, regiões de constantes conflitos. No discurso, o Papa fez forte apelo à comunidade internacional em favor da Jordânia,  pedindo que não a deixe sozinha no enfrentamento da emergência humanitária, provocada pela chegada do alto número de refugiados à região.

Reconhecimento dos Estados de Israel e Palestina: Em Israel, reiterou a Shimon Peres o convite que fez ao presidente da Palestina, para juntos irem ao Vaticano rezar pela paz.

 

Coreia do Sul – Mensagens de paz, esperança, reconciliação e incentivo à propagação da fé marcaram a viagem do Papa Francisco à Coreia do Sul, realizada em agosto de 2014. O Santo Padre teve contato com diversas realidades sul-coreanas, especialmente com os jovens, com quem se encontrou em duas ocasiões, exortando-os a levarem a sabedoria da fé.

 

Albânia – Em setembro de 2014 foi vez da Albânia, onde Francisco recordou que o país foi testemunha de violência e de exclusão forçada da fé em Deus, que trouxeram consequências para a sociedade. “Conheceis bem a brutalidade a que pode conduzir a privação da liberdade de consciência e religiosa, e como desta ferida se gera uma humanidade radicalmente empobrecida, porque fica privada de esperança”. Mas destacou que as mudanças ocorridas no país a partir da década de 1990 criaram novamente condições para a liberdade religiosa.

Turquia – No encontro com o Patriarca Bartolomeu I, pediu que hesitações do passado sejam colocadas de lado para se caminhar rumo à unidade. Um dos motivos da visita do Papa à Turquia foi a Festa de Santo André, celebrada em 30 de novembro. O Pontífice participou da Divina Liturgia e fez um discurso destacando o caminho de unidade percorrido por católicos e ortodoxos.

Sri Lanka – No Santuário de Nossa Senhora do Rosário, em Madhu, marcado por intensos conflitos de guerra e perseguição aos católicos em anos passados, o Santo Padre levou uma mensagem de conforto aos cidadãos do Sri Lanka, Tamis e Cingaleses. Francisco destacou, sobretudo, o auxílio de Maria Santíssima ao povo. “Nossa Senhora manteve-se sempre convosco. Ela é mãe de cada casa, de cada família ferida, de todos aqueles que estão procurando voltar a uma existência pacífica. Hoje, agradecemos-Lhe por ter protegido de tantos perigos, passados e presentes, o povo do Sri Lanka. Maria nunca esquece os seus filhos desta ilha esplêndida”.

Filipinas – A principal motivação da visita apostólica às Filipinas foi: Os pobres! Francisco disse que a reforma das estruturas sociais que perpetuam a pobreza exige uma conversão de mente e coração. A família foi outro destaque nessa visita, onde aconteceu o Encontro do Papa com as Famílias. Seu discurso durante o encontro se concentrou na figura de São José, que muitas vezes aparece nas escrituras repousando enquanto lhe é revelada em sonho a vontade de Deus. Francisco disse que não é possível uma família que não sonhe, pois, sem essa capacidade, os filhos não crescem e o amor se perde. “Por isso, recomendo a vocês que à noite, quando fizerem o exame de consciência, se coloquem essa pergunta: hoje sonhei com o futuro dos meus filhos? Sonhei com o amor do meu esposo, da minha esposa, sonhei com meus pais e avós que fizeram a história também? É tão importante sonhar. Primeiro de tudo sonhar em uma família. Não percam essa capacidade de sonhar”.

America do Sul – Depois de passar pela Bósnia e realizar diversas visitas pastorais em cidades da Itália, o Papa, em julho de 2015, segue ao encontro dos latinos, em visita ao Equador, Bolívia e Paraguai. A principal mensagem da visita apostólica foi a “justiça social”. Francisco visitou prisões, foi a hospitais, discursou aos políticos, sempre focando no pobre, na exclusão social imposta àqueles que fazem a riqueza dos países em que vivem. Alertou a todos sobre a unidade na busca das soluções para tantos problemas sociais, a não violência e, sobretudo encorajou as pessoas a não desistirem da conquista por justiça e paz. Dentre vários momentos, participou do encerramento do II Encontro Mundial dos Movimentos Populares, na Bolívia. Lá mais uma vez, pedindo mudanças estruturais, disse aos presentes e ao mundo:

Muitos podem se perguntar: Que posso fazer eu, recolhedor de papelão, catador de lixo, reciclador, frente a tantos problemas, se mal ganho para comer? Que posso fazer eu, artesão, vendedor ambulante, carregador, trabalhador ambulante, se não tenho sequer direitos laborais? Que posso fazer eu, camponesa, indígena, pescador que dificilmente consigo resistir à propagação das grandes corporações? Que posso fazer eu, a partir da minha comunidade, do meu barraco, da minha favela, quando sou diariamente discriminado e marginalizado? Que pode fazer aquele estudante, aquele jovem, aquele militante, aquele missionário que atravessa as favelas e os paradeiros com o coração cheio de sonhos, mas quase sem nenhuma solução para os meus problemas? Muito! Podem fazer muito. Vós, os mais humildes, os explorados, os pobres e excluídos, podeis e fazeis muito. Atrevo-me a dizer que o futuro da humanidade está, em grande medida, nas vossas mãos, na vossa capacidade de vos organizar e promover alternativas criativas na busca diária dos “3 T” (trabalho, teto, terra), e também na vossa participação como protagonistas nos grandes processos de mudança nacionais, regionais e mundiais. Não se acanhem”!

 

Havana – Na visita a Cuba em setembro de 2015, quando estava em andamento o processo de desembargo, principalmente por parte dos USA, o Papa agradeceu os esforços de Cuba na retomada histórica das relações diplomáticas com Washington-USA, dizendo que “o mundo precisa de reconciliação”. Já no Santuário de Nossa Senhora da Caridade do Cobre, afirmou às famílias que, assim como Maria, quem faz a experiência da visita de Deus naturalmente se coloca a serviço, e vai ao encontro daqueles que mais necessitam. “A presença de Deus na nossa vida nunca nos deixa tranquilos, sempre nos impele a mover-nos. Quando Deus visita, sempre nos tira para fora de casa: visitados para visitar, encontrados para encontrar, amados para amar.”

 

Estados Unidos – Vindo de Cuba para os USA, o Papa, entre muitas atividades, conversou com o presidente, visitou o Groud Zero, rezou pelas vítimas dos ataques às Torres Gêmeas, encontrou-se com bispos, padres e religiosos, visitou penitenciárias, discursou na ONU, no Congresso Americano, além de encerrar o VIII Encontro Mundial das Famílias, na Filadélfia.
Em um belíssimo e consistente discurso no Congresso Americano, além de defender o combate ao comércio de armas, Francisco disse que uma grande nação deve defender a liberdade, promover plenos direitos para todos, lutar pela causa dos oprimidos e manter o diálogo. Na ONU Francisco pediu soluções dos países da Europa para enfrentar atual crise dos refugiados, a pior desde a Segunda Guerra Mundial. Discursou sobre as responsabilidades que devem ser assumidas por cada um em favor do meio ambiente e dos pobres.

Na Missa das Famílias, na Filadélfia, Francisco fez o convite para que as famílias se abram aos milagres do amor e superem o escândalo do amor mesquinho e desconfiado, fechado em si mesmo, sem paciência com os outros e renovem sua fé na Palavra de Deus. Caminhando para a finalização da homilia, o Santo Padre falou: “Que o senhor nos dê a graça de sermos profetas da família, profetas do Evangelho do amor!”

 

Fonte de Pesquisas: News.va, Canção Nova e Radio Vaticano.

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM