Coluna Jovem – set2017

 

“Namorar pra que? ”

 

Talvez você logo que leu esse título já pensou “Lá vem…” ou quase virou a página porque certamente imaginou que vinha aqui algum textão tipo aqueles que as suas “tias” falam quando o assunto é aquele (a) menino (a) que você acha que tem algo a mais, né?

Mas, calma… Vale a pena ler até o fim!

 

Já sei… Você não vê nada contra o “ficar” e seus amigos também não? Relaxa aí e não se sinta mal por isso, antes de escrever esse texto, conversando com um amigo aqui da Paróquia, ele me disse o mesmo… Mas é pra isso que estamos aqui (e agora você tem consciência disso, nem vem falar que não sabia da profundidade do assunto – e nem adianta parar de ler! Hahaha), afinal que graça teria escrever sobre algo que todo mundo já sabe, não é mesmo?

Hoje em dia, “Eu te amo” virou meio que um “Bom dia”… As pessoas falam de qualquer maneira, por impulso, pra qualquer um, mas será que a gente está sabendo o que é o amor?

Além disso, a relativização do que é certo e errado, essa coisa de viver a vida intensamente atrás de uma liberalidade meio louca e tantas coisas que vão deixando pra trás os valores morais trouxe pro nosso cotidiano o “ficar”. Não que seja errado conhecer novas pessoas, se aproximar delas, saber o que vocês tem em comum e de fato, ver se vocês podem ir além da amizade… Nessa aproximação pode ir aumentando a vontade de estar junto, a admiração e nascer o amor! E num certo dia, ploft, rola um beijo e vocês não estão namorando, mas também não são só amigos… Bom, vocês “ficaram”! E o problema não está aí!

 

Vamos para outro contexto… tem aquela festa de formatura ou 15 anos, aquela night maneira ou um sábado em um lugar na Barra ou qualquer outro lugar que você vai pra dançar e ouvir music… aquela menina que todos seus amigos acham linda ou aquele cara que quando passa todo mundo comenta está lá te dando o maior papo e aparece a oportunidade de trocar uns beijinhos (agora sim falei igual uma tia! hahaha) ou, você é o cara que todo mundo comenta/ a menina que todos acham linda, mas “é jovem e não quer compromisso”, chega nesses mesmos lugares e vê vários “pretendentes”, então VOCÊ:

(  ) Sabe que aquilo não vai passar daquele momento, então acha melhor não.

(  ) Sabe que aquilo não vai passar daquele momento, mas é só uns beijinhos, pra se divertir, aproveitar a noite…

(  ) Ajuda, Luciano!

 

Percebeu a diferença entre uma situação e outra?

O certo ou errado no FICAR passa pela dignidade do outro, pelo egoísmo, pelo valor que cada um de nós tem…

Ficar é pecado se a intenção de estarem juntos for só para viver uma curtição de abraços e beijos, e talvez algo mais. Se esse “selinho” que você deu no (a) menino (a) for o exposto acima, no 2º caso, é a mesma coisa; um comportamento fora da lei santa de Deus. É um desrespeito a ele/ela; ao corpo dele(a) e ao seu também, que, desde o Batismo são templos do Espírito Santo. Se for o início de um conhecimento, uma amizade, pode dar certo sim e vir a ser um namoro maduro, aí tudo bem… Mas também não vale ficar enrolando o outro naquele “vai mas não vai eterno”, por favor!

Então, cuidado! Um beijo nunca é só um beijo… Talvez pra você seja, pro outro não. E um dia você pode estar no lugar do outro! E ninguém merece sofrer por amor, né? O amor foi feito para nos fazer livres, felizes e plenos, não o contrário!

Olha, e não sou eu inventando isso não, hein… Na Bíblia, Sabedoria 1,16 narra o pensamento do ímpio e se estende até o capítulo 2, onde, no versículo 6, diz assim: “Agora, portanto, gozemos dos bens presentes e aproveitemos das criaturas com ânsia juvenil”.

Se você está lendo isso, não é à toa, acredito que assim como eu, você tem o desejo de ser santo AGORA, então abre o olho e não pense e aja como os ímpios… não olhe pro outro como algo que satisfaça suas vontades, sua carência, sua vaidade… Olhe para o outro como um caminho para conhecer o que o amor tem de melhor para te oferecer!

Não pare por aqui, leia mais sobre, procure em sites confiáveis, estude mais sobre a Teologia do Corpo (São João Paulo II é o cara no assunto)… Vale a pena!

 

Aline Paggy

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM