50º Dia Mundial das Comunicações Sociais: Um encontro fecundo entre Comunicação e Misericórdia

A Igreja celebra no dia 8 de maio de 2016, o 50º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Esse dia foi comemorado pela primeira vez em 07 de maio de 1967 e até hoje é celebrado no domingo da Ascenção do Senhor.

O Dia Mundial das Comunicações Sociais é o único dia estabelecido no Concílio Vaticano II, no decreto Inter Mirifica (n.18), que diz: “Para reforçar o variado apostolado da Igreja por intermédio dos meios de comunicação social celebre-se anualmente, nas dioceses do mundo inteiro, um dia dedicado a ensinar aos fiéis seus deveres no que diz respeito aos meios de comunicação, a se orar pela causa e a recolher fundos para as iniciativas da Igreja nesse setor, segundo as necessidades do mundo católico”. Pela primeira vez, um documento universal da Igreja assegura a obrigação e o direito dela utilizar os instrumentos de comunicação social.  Além disso, o Inter Mirifica também apresenta a primeira orientação geral da Igreja para o clero e para os leigos sobre o emprego dos meios de comunicação social. O decreto declara que “é intrínseco à sociedade humana o direito à informação sobre aqueles assuntos que interessam aos homens e às mulheres, quer tomados individualmente, quer reunidos em sociedade, conforme as condições de cada um”, demonstrando assim que para a Igreja o direito à informação não é visto como um objeto de interesses sociais, mas sim como um bem social.

pascom_mai2016

Para comemorar esse dia mundial e com o intuito de “suscitar na Igreja e no mundo uma atitude social nova e salutar com relação ao uso dos instrumentos de comunicação”, desde 1967, os Papas escrevem anualmente uma mensagem, discorrendo sobre o tema escolhido para a reflexão de cada ano. Esse documento é publicado no dia 24 de janeiro quando ocorre a festa litúrgica de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

Esse ano, o tema da mensagem divulgada pelo Papa Francisco é “Comunicação e Misericórdia: um encontro fecundo”. O texto está em sintonia com o Jubileu Extraordinário da Misericórdia e de acordo com o Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, a data é uma ocasião para refletir sobre as “sinergias profundas entre comunicação e misericórdia”.

Na Bula de proclamação do Ano Jubilar, no número 12, o Papa afirma que a missão da Igreja é anunciar a misericórdia de Deus, coração pulsante do Evangelho, através de gestos e linguagens que devem irradiar misericórdia para penetrar o coração das pessoas e desafiá-las a encontrar novamente o Pai. E a comunicação é o lugar mais propício para promover esse encontro.

Na mensagem deste ano, o Papa diz que “a comunicação tem o poder de criar pontes, favorecer o encontro e a inclusão, enriquecendo assim a sociedade”. E convida “todas as pessoas de boa vontade a redescobrirem o poder que a misericórdia tem de curar as relações dilaceradas e restaurar a paz e a harmonia entre as famílias e nas comunidades” e a rejeitar palavras e gestos “duros ou moralistas” que correm o risco de afastar ainda mais as pessoas.

Para o Papa é “fundamental escutar”, pois a Comunicação é partilha que exige a escuta, o acolhimento, e não apenas ouvir. A escuta permite-nos assumir uma postura justa e nos torna capazes de compartilhar questões e dúvidas, caminhar lado a lado e colocar as nossas capacidades de dons a serviço do bem comum.

A mensagem também aborda o papel das novas tecnologias: “e-mails, SMS, redes sociais, chat podem ser formas de comunicação plenamente humanas. Não é a tecnologia que determina se a comunicação é autêntica ou não, mas o coração do homem e a sua capacidade de fazer bom uso dos meios ao seu dispor”.

E o Papa conclui dizendo que “num mundo dividido, fragmentado, polarizado, comunicar com misericórdia significa contribuir para a boa, livre e solidária proximidade entre os filhos de Deus e irmãos em humanidade”.

A comunicação, os seus lugares e seus instrumentos permitem um alargamento de horizonte para muitas pessoas e deve torná-las mais próximas. O conhecimento é uma busca inerente do ser humano e para responder com fidelidade cristã a essa vontade de saber, as comunições sociais devem se comportar, como já dito, como um bem social. A comunicação na Igreja deve ser sempre imparcial e fidedigna.

Esse era o grande desafio da Igreja a 50 anos atrás e continua sendo. Hoje, além dos meios profissionais que trabalham na divulgação das atividades das dioceses do mundo inteiro, a Igreja conta com a participação leiga, na Pastoral da Comunicação. A Pascom, tem a função de não apenas comunicar através de todos os meios e tecnologias disponíveis, as atividades da paróquia, do vicariato e da Igreja Universal, mas também e, principalmente, promover a interação entre as diversas pastorais, corpo de Cristo, para que se comunique o Evangelho, a Boa Nova.

Notadamente ainda há um longo caminho a ser percorrido. Algumas paróquias não possuem Pascom e se limitam a informar sobre suas próprias atividades no momento dos avisos das Missas, quando é urgente que ocupemos todos os espaços midiáticos a favor da verdade, da justiça e da paz.

“Como filhos de Deus, somos chamados a comunicar com todos, sem exclusão. Particularmente próprio da linguagem e das ações da Igreja é transmitir misericórdia, para tocar o coração das pessoas e sustentá-las no caminho rumo à plenitude daquela vida que Jesus Cristo, enviado pelo Pai, veio trazer a todos”. ­– Papa Francisco.

 

btn_cepar_468x150  Cepar
  • Alfabetização, cidadania, comunicação, saúde, coral, ações sociais e eventos, você encontra aqui!
Saiba mais

Apostolado da Oração, Congregação Mariana, Grupos de Oração, Liga Católica, Movimento Mãe Rainha e Pastoral Vocacional...

Saiba mais

Você, jovem ou adolescente, que quer se aproximar mais de Deus, confira as opções de grupos jovens que nossa paróquia oferece.

Saiba mais

Aqui você encontrará informações sobre CF, Fé e Dons, Círculos Bíblicos, Cursos da Palavra, Escola de Evangelização Santo André e Mater Eclesiae e Luz e Vida.

Saiba mais

Informações sobre Batismo, Crisma ou Confirmação, Eucaristia, Confissão ou Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio ministrados em nossa paróquia.

Saiba mais

localVeja o mapar de como chegar a Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto:

Ladeira da Freguesia, 375 -Freguesia - Jacarepaguá – RJ

CEP 22760-090

Saiba mais  

Entre em contato conosco através dos emails da Administração, Ação Social Loreto, Pe. Barnabitas, Igreja N. Senhora de Loreto, Jornal O Mensageiro, Secretaria, Pascom e Pastoral da Juventude.

Saiba mais

Confira o horário de atendimento de nossa secretaria, missas, confissões, eucaristia e batismo.

Saiba mais
CAPELAS

capelaNeste espaço, você encontrará os endereços das Capelas assistidas pela nossa paróquia e seus respectivos horários das Missas:

    • » NOSSA SENHORA DA PENNA
    • » NOSSA SENHORA DO AMPARO
    • » NOSSA SENHORA DE BELÉM
    • » SÃO JOSÉ (CARMELO)
    • » SANTO ANTONIO
Saiba mais
HISTÓRICO DA PARÓQUIA

quem_somosPrezado leitor, querido paroquiano.

Sim. Agora podemos dizer que Nossa Senhora de Loreto é Patrona do nosso povo de Jacarepaguá há mais de 350 anos.

Quando o P. Manoel de Araujo veio de Lisboa, trouxe esta imagem e, tendo conseguido alguns favores por intercessão da Virgem, lhe dedicou um santuário. Conta o Frei Agostinho de Santa Maria no seu livro “Santuário Mariano e história das imagens milagrosas de Nossa Senhora” de 1723:

Saiba mais
HISTÓRICO DO SANTUÁRIO

hist_santuarioO Brasil, em colonização pelos portugueses, saía do Ciclo do Pau Brasil e ingressava no do Açúcar. Desenvolvia-se em terras litorâneas a construção de engenhos e fazia-se presente atividade febril nos meses de moagem da cana e fabrico de açúcar.

As terras de Jacarepaguá eram consideradas extremamente férteis e a região onde seria construída a Igreja do Loreto era denominada Planície dos Onze Engenhos...

Saiba mais
CEPAR

CeparO CEPAR (Centro de Estudos paroquial Nossa senhora de Loreto), inaugurado em Maio de 2000, uma área construída de cerca de 3000 m2, um complexo com 15 salas de aula cada uma com 30 lugares, um plenário para cerca de 120 participantes, um salão para festas e eventos abrigando 50 mesas redondas de 6 lugares, sem prejuízo da pista de dança e a varanda que circunda o salão pode abrigar 20 mesas redondas de 6 lugares,portanto, cerca de 420 pessoas podem desfrutar dos eventos no salão...

Saiba mais
HISTÓRICO DE NOSSA SENHORA DE LORETO

Historico N. Sra. LoretoNossa Senhora de Loreto

A ditosa casa de Nazaré, onde, após a saudação do Anjo à futura Mãe de Deus, o Verbo se fez Carne, foi transportada, segundo a tradição, para a cidade de Loreto, na Itália.

A Santa Casa de Loreto foi o primeiro santuário de porte internacional dedicado à Santíssima Virgem tendo sido, durante muitos séculos, o verdadeiro centro Mariano da Cristandade....

Saiba mais
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM